<
>

Rugby: Mariana Miné, vinda do mercado e após vencer processo seletivo, é a nova CEO da CBRu

Após 15 meses de atuação à frente da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), Jean-Luc Jadoul encerrará sua missão como CEO da CBRu em dezembro de 2020.

Jean-Luc teve um papel importante na estabilização financeira da instituição, reaproximando a CBRu da comunidade do Rugby, além de trazer resultados esportivos muito expressivos no ano.

Em seu lugar, Mariana Miné assumirá o cargo de CEO a partir da data de 17 de dezembro de 2020 com o objetivo de focar na reestruturação da CBRu para o próximo ciclo e dar continuidade ao crescimento sustentável do Rugby brasileiro. Mariana Miné é formada em Administração de Empresas pela FGV, tendo passado por empresas como Ambev, Unilever e RBS Comunicações em cargos de gestão e com forte experiência em empreendedorismo como fundadora e CEO da Simple Pet.

Mariana Miné foi selecionada através de processo conduzido por um comitê formado por 6 conselheiros (Eduardo Mufarej, Jean Marc Etlin, Marjorie Enya, Andressa Contreras, Rodrigo Santoro e Martín Jaco), com a assessoria de recrutamento a cargo da empresa FLOW, e, posteriormente, ratificada pelo Conselho de Administração da CBRu. Para Mariana, "é um orgulho poder contribuir para o crescimento do Rugby no Brasil, um esporte fundamentado em valores tão fortes e que pode contribuir muito para a formação de um Brasil melhor."

O Presidente do Conselho da CBRu, Eduardo Mufarej, aproveita para agradecer o trabalho de Jean-Luc Jadoul e, também, agradecer ao comitê formado por mais 5 conselheiros pelo empenho no processo de sucessão. “Os processos de sucessão são essenciais para viabilizar o avanço das atividades da Confederação; as pessoas vão e a entidade permanece. Agradecemos ao Jean-Luc pelo trabalho realizado até hoje e damos as boas-vindas e desejamos muito sucesso à Mariana Miné nesta nova etapa da Confederação".