<
>

Eleita atleta da torcida, Garay critica homofobia de Maurício Souza: 'Algumas opiniões são criminosas'

play
'Meu coração começou a acelerar': Rebeca conta no Bola da Vez bastidores de como manteve calma para ser ouro nas Olimpíadas (1:32)

Rebeca Andrade, ouro e prata nas Olimpíadas de Tóquio, é a convidada do Bola da Vez nesta semana | CLIQUE AQUI e assista ao Bola da Vez no Star+ (1:32)

Lenda do vôlei, Fernanda Garay anunciou afastamento das quadras após a Olimpíada de Tóquio-2020 e lamentou ocorrido de colega do vôlei


Em seu ano de despedida das quadras, Fernanda Garay não só foi eleita a melhor jogadora de vôlei no Prêmio Brasil Olímpico como também ganhou a votação popular de atleta da torcida na última terça-feira. A gaúcha de 35 anos também comentou um polêmico episódio recente no vôlei, envolvendo o ex-atleta da seleção e do Minas Tênis Clube Maurício Souza.

Souza foi dispensado do clube mineiro após polemizar com postagens de teor homofóbico em seu Instagram.

Como atleta do vôlei, Garay lamentou o caso no seu esporte. "Isso é uma coisa que não tem nem muito o que ser falado. As pessoas têm todo direito de ter opinões, só que tem algumas opiniões que são criminosas e tem consequências bastante negativas, isso a gente precisa ter consciência".

Garay anunciou uma pausa na carreira para se dedicar à família e tentar realizar o sonho de ser mãe, podendo até voltar às quadras num futuro próximo.

Pela seleção brasileira, ela foi medalha de ouro em Londres-2012 e prata em Tóquio-2020.