<
>

Olimpíadas: Brasil encerra com melhor posição na história e recordes de medalhas e ouros

play
Olimpíadas: Com recorde histórico, veja todas as medalhas do Brasil em Tóquio-2020 (2:48)

Brasil chegou a 21 medalhas, melhor marca do país em todos os tempos (2:48)

As Olimpíadas chegaram oficialmente ao fim para o Brasil! E o país vai deixar Tóquio com muitos motivos para comemorar: termina com sua melhor posição da história no quadro de medalhas, com direito a recorde quebrado de número pódios e recorde igualado na quantidade de ouros.

O Time Brasil fecha a campanha com 7 ouros, 6 pratas e 8 bronzes, um total de 21 medalhadas. Isso rendeu ao país a 12ª posição no ranking geral.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga o fim dos Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

Até hoje, a melhor campanha do país havia sido em casa. No Rio de Janeiro, em 2016, foram 7 ouros, 6 pratas e 6 bronzes, com um total de 19 medalhas e o 13º lugar no quadro geral.

Em relação a última Olimpíada, a delegação brasileira ganhou as posições de Hungria e Coreia do Sul, mas acabou ultrapassado pelo Canadá.

O maior destaque brasileiro em terras japonesas foi a ginasta Rebeca Andrade, única a ganhar mais de uma medalha - ouro nos saltos e prata no individual geral.

Boxe, skate e natação (incluindo maratona aquática) foram os esportes com mais pódios, com três cada.

Veja todas as medalhas do Brasil em Tóquio:

OUROS (7)

Ana Marcela Cunha - maratona aquática
Ítalo Ferreira - surfe
Martine Grael e Kahena Kunze - vela (49er FX)
Rebeca Andrade - ginástica artística (salto)
Isaquias Queiroz - canoagem (C1)
Hebert Conceição - boxe (até 75kg)
Futebol masculino

PRATAS (6)

Kelvin Hoefler - skate (street)
Rayssa Leal - skate (street)
Rebeca Andrade - ginástica artística (individual geral)
Pedro Barros - skate (park)
Beatriz Ferreira - boxe (até 60kg)
Vôlei feminino

BRONZE (8)

Abner Teixeira - boxe (até 91kg)
Alison dos Santos - atletismo (400m com barreiras)
Bruno Fratus - natação (50m livre)

Daniel Cargnin - judô (até 66kg)
Fernando Scheffer - natação (200m livre)
Laura Pigossi e Luisa Stefani - tênis (duplas)
Mayra Aguiar - judô (até 78kg)
Thiago Braz - atletismo (salto com vara)