<
>

Olimpíadas: COB ataca CBF e promete tomar medidas após seleção de futebol subir ao pódio sem agasalho oficial

play
Olimpíadas de Tóquio: Brasil vence a Espanha na prorrogação com gol de Malcom e é bicampeão (1:38)

Superada na decisão, a Fúria ficou com a prata, e o bronze da modalidade ficou com o México. Os gols brasileiros foram marcados por Matheus Cunha e Malcom. Oyarzabal fez o espanhol. (1:38)

O Brasil conquistou o ouro no futebol masculino pela segunda vez consecutiva nas Olimpíadas. Na manhã deste sábado (7), a equipe venceu por 2 a 1 a seleção da Espanha, com gol de Malcom na prorrogação.

Na cerimônia de recebimento da medalha, um fato chamou a atenção de muitas pessoas. Diferentemente de outros esportes, os atletas brasileiros não usavam o agasalho do Time Brasil.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga os Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

Muitos dos jogadores estavam com o casaco amarrado na cintura, enquanto usavam a calça do agasalho que se tornou tradicional nas cerimônias de medalha.

Na madrugada de sábado para domingo, o COB divulgou uma nota oficial repudiando o fato, falando sobre o compromisso que existia com seus patrocinadores, além de afirmar que atitudes serão divulgadas após o encerramento dos Jogos.

Confira a nota oficial do COB

O Comitê Olímpico do Brasil repudia a atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores da seleção de futebol durante a cerimônia de premiação do torneio masculino.

No momento, as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas.

Por este motivo, apenas após o encerramento dos Jogos o COB tornará públicas as medidas que serão tomadas para preservar os direitos do Movimento Olímpico, dos demais atletas e dos nossos patrocinadores.