<
>

Olimpíadas: Com Zanetti e dupla, Brasil garante quatro finais na ginástica, mas fica fora por equipes; Nory é eliminado

play
Olimpíadas: Brasil fecha 1º dia de medalhas acumulando eliminações e fica zerado; veja (0:45)

Brasil tinha cinco possibilidades de conquistar medalha no 1º dia oficial das Olimpíadas, mas saiu zerado (0:45)

Após as classificatórias da ginástica artística masculina, o Brasil garantiu três vagas nas finais das Olimpíadas. Arthur Zanetti, nas argolas, Caio Souza, no salto e no individual geral, e Diogo Soares, também no individual geral, são os classificados para as decisões. Arthur Nory, atual campeão mundial da barra fixa, acabou eliminado.

Arthur Zanetti fez uma boa execução nas argolas e somou 14,900 pontos para chegar à final na quinta colocação. Medalha de ouro na Rio 2016, o grego Eleftherios Petrounias terminou com a primeira posição, com 15,333 pontos. O chinês Liu Yang (15,300), o francês Samir Ait Said (15,066) e o turco Ibrahim Colak (14,933), atual campeão mundial, terminaram na frente do ginasta brasileiro.

Clique aqui para ver o Quadro de Medalhas das Olimpíadas atualizado e siga os Jogos de Tóquio em TEMPO REAL!

Em suas primeiras Olimpíadas, Caio Souza teve uma grande noite. Atual campeão pan-americano, ele somou 84,298 pontos no individual geral e foi o 18º colocado geral, mas se garantiu na final com a 14ª marca por ter um limite de dois ginastas por país final. Já no salto, ele foi sétimo colocado com média de 14,700 pontos em seus dois saltos. O primeiro colocado, Shin Jeahwan, da Coreia do Sul, somou apenas 0,166 pontos a mais que o brasileiro.

Já Diogo Soares, de apenas 19 anos, surpreendeu e também conseguiu uma caga para a decisão do individual geral. Somando 81,332 pontos, ele foi o 36º colocado, mas também foi beneficiado pelo limite de ginastas por país.

Arthur Nory, que chegava com esperança de medalha, acabou ficando de fora da final da barra fixa. O atleta tirou a nota 14,133 e ficou apenas na 12ª colocação. Francisco Barretto, que foi finalista da barria fixa em 2016, também acabou eliminado.

Por equipes, o Brasil acabou ficando na nona posição, apenas 0,229 pontos atrás do último classificado para as finais. Japão, China, Comitê Olímpico Russo, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha, Suíça e Ucrânia fazem a decisão.

As finais do individual geral acontecem na próxima quarta-feira, às 7h15 (de Brasília). Já as finais das argolas e do salto estão marcadas para o dia 2 de agosto, a partir das 5h (de Brasília).