<
>

Olimpíadas: No softbol, Japão precisa de entradas extras para evitar zebra histórica contra o México em jogo com bolada em juíza

play
Brasil estreia no futebol masculino contra a Alemanha nas Olimpíadas! Veja os eventos do segundo dia em Tóquio (1:15)

Daniel Alves e a seleção brasileira defendem a medalha de ouro e fecham a primeira rodada do futebol masculino (1:15)

As Olimpíadas de Tóquio quase tiveram sua primeira grande zebra no segundo dia de competições. No Softbol, o Japão, um dos principais candidatos ao ouro ao lado dos Estados Unidos, quase foi surpreendido pelo México.

Em um jogo que precisou de entradas extras e teve um final emocionante, as japonesas conseguiram evitar a derrota e uma zebra que seria histórica - afinal de contas, é a primeira participação mexicana em Olimpíadas na modalidade.

O Japão saiu na frente com um home run de Yamato Fujita na 2ª entrada. As japonesas seguiram vencendo e dominando até a 5ª entrada, quando Anissa Urtez rebateu o primeiro home run da história do México nas Olimpíadas e empatou o jogo.

Na mesma entrada, porém, as donas da casa recuperaram a liderança. Haruka Agatsuma conseguiu uma rebatida dupla e impulsionou Hitomi Kawabata para a corrida e o Japão fez 2 a 1.

Na sétima e última entrada regular, fortes emoções.

Quando Suzannah Brookshire, do México, tentou rebater uma bola, acabou mandando ela para trás e direto no rosto da juíza canadense Frankie Billingsley, que foi ao solo e por lá ficou por um tempo. Depois de pronto atendimento, a umpire retornou a seu posto e o jogo foi retomado.

Quando Anissa Urtez voltou a conseguir uma rebatida simples e Brookshire anotou a corrida para empatar o jogo, o México ainda não tinha nenhuma eliminada na entrada e duas jogadoras em base, uma delas na terceira.

play
2:01

Olimpíadas de Tóquio começam com softbol e goleada brasileira no futebol feminino; veja o resumo do dia 1

O Brasil fez 5 a 0 na China na estreia

Caso anotasse uma corrida, a equipe mexicana ficaria muito perto da vitória. Miu Goto, porém, entrou em campo para arremessar pelo Japão e conseguiu três eliminações em sequência, duas por strikeout, e salvou a equipe, que não conseguiu nenhuma corrida na sua vez na entrada e fomos às entradas extras.

Na oitava entrada, o México chegou a conseguir deixar Sydney Romero na terceira base, mas não conseguiu a corrida que lhe daria vantagem. Quando Eri Yamada foi impulsionada por Mana Atsumi, o Japão evitou a zebra histórica e chegou a duas vitórias em dois jogos.