<
>

Piscina em que Phelps deu show no Brasil será doada, diz colunista; veja o destino

A piscina das Olimpíadas Rio 2016, localizada dentro do Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, tem um destino inusitado.

O palco onde Michael Phelps fez história ao bater seu trigésimo sétimo recorde mundial e faturar seis medalhas olímpicas, sendo 5 de ouro, será desmontado e doado pelo prefeito Eduardo Paes para Maricá, na Região Metropolitana do Rio. A informação é do jornalista Ancelmo Gois, do Jornal O Globo.

Em janeiro de 2020, a piscina olímpica e a de saltos do Complexo Maria Lenk foram reabertas para que atletas cariocas que já estavam classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio pudessem realizar treinamentos.

No local funciona o Centro de Treinamento do Time Brasil, organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).