<
>

Zanardi tem condição estável e 'completamente diferente' de quando chegou a hospital, mas médicos mantêm cautela

O hospital Santa Maria alle Scotte, em Siena, onde está internado Alessandro Zanardi divulgou um boletim médico neste domingo sobre o estado de saúde do paratleta, com perguntas e repostas a jornalistas. O documento destaca a condição estável do italiano de 53 anos.

“Alex passou a noite em condições estáveis, ele está entubado, ele está bem adaptado ao ventilador mecânico e as trocas de gás são suficientes. As condições cardiocirculatórias também estão estáveis e adequadas. O neuromonitoramento que nós aplicamos nestes casos tem mostrado alguma estabilidade, ainda que este dado deve ser tomado com cautela, porque a imagem neurológica é o que permanece naturalmente séria”, afirma o documento.

“Então, no geral, as condições clínicas são estáveis, estamos muito satisfeitos, embora, é claro, isso não nos permita excluir possíveis desenvolvimentos ou complicações, por isso a imagem e as condições clínicas podem ser definidas com um prognóstico reservado. Ele irá permanecer nesta situação por alguns dias e, durante a semana, decidiremos se começamos a suspender a sedação para avaliar issol”, diz o boletim.

“As condições são exatamente como as de ontem. No entanto, um fato positivo é que, quanto mais o tempo passa e quanto mais estabiliza a condição, mais é o que podemos esperar. Isso significa que não há um passo para trás, não há mesmo um passo adiante, mas estamos estáveis. Comparado a quando ele chegou na sala de emergência, as condições mudaram completamente e isso nos dá grande confiança.”

Zanardi sofreu um grave acidente na sexta-feira durante a disputa de um campeonato na Itália para atletas paralímpicos. Ele estava com sua bicicleta de mão em uma estrada perto da cidade de Pienza, na região da Toscana, quando teria perdido controle, acabando mudando de pista e sendo acertado por um caminhão.

O paratleta recebeu um longo atendimento no local e depois foi encaminhado ao hospital em estado "muito grave".

O ex-piloto de Fórmula 1 e Indy perdeu as duas pernas durante um grave acidente sofrido na Alemanha em 2001 ao bater no muro do EuroSpeedway Lausitz e ser atingido na sequência pelo carro de Alex Tagliani.