<
>

Perder chance olímpica é cruel para futebol, e mais leve para tênis de mesa: entenda

O adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que irão ocorrer no máximo no meio de 2021, portanto um ano depois da data inicialmente marcada, impacta na vida de qualquer atleta. Para alguns, pode ter sido uma oportunidade; porém, para outros, pode representar um empecilho, seja pela idade ou pela fase que estará atravessando quando o evento vier a acontecer.

Em meio a este cenário, o FiveThirtyEight, site de estatísticas parceiro da ESPN, apontou em quais esportes é mais comum atletas disputaram mais de uma Olimpíada e em quais é mais comum não ir além de uma edição.

O futebol é o esporte em que é mais comum os atletas disputarem uma única edição, com mais de 92% dos casos. Já o esporte em que há menor frequência de esportistas disputando somente uma Olimpíada é o tênis de mesa, com 56,7%. Ou seja, quase metade dos mesatenistas que vão a uma edição irão disputar pelo menos mais uma. (veja mais números abaixo).

De acordo com dados coletados pelo historiador Bill Mallon e um time de pesquisadores olímpicos, cerca de 74% dos atletas que participaram dos Jogos, só estiveram em uma única edição. Em caso de duas edições, são 19%. O número cai para 6% quanto a três edições, enquanto que menos de 2% estiveram em quatro ou mais Olimpíadas.