<
>

Olimpíada: Cameron van der Burgh, ouro na natação, revela luta contra coronavírus

play
Arsenal não retoma treinamentos, e Olimpíada fica sob risco de adiamento: Natalie Gedra traz as principais notícias da Inglaterra (1:15)

Canadá e Austrália já afirmaram que não conseguem enviar atletas se data dos Jogos de Tóquio for mantida (1:15)

Um dos principais nomes do esporte da África do Sul, Cameron van der Burgh revelou ter contraído coronavírus há duas semanas e pediu maior clareza de dirigentes sobre a situação dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Atualmente, o Comitê Olímpico Internacional (COI) prepara reuniões para as próximas semanas e deve adiar o início da Olimpíada, marcada para 24 de julho, mas não cancelar o evento.

Campeão olímpico em 2012 e prata em 2016 no nado peito (dono também de 18 medalhas em Mundiais de natação), o agora aposentado Van der Burgh relatou todas as dificuldades que têm por causa do COVID-19.

Leia abaixo o relato postado pelo ex-nadador no Twitter

"Alguns pensamentos/observações pessoais para a saúde dos atletas, os Jogos Olímpicos e minha própria experiência ao contrair COVID-19.

Eu tenho lutado com o coronavírus por 14 dias. De longe o pior vírus que já enfrentei mesmo sendo um indivíduo saudável com pulmões fortes (não fumante/esporte), vivendo de uma forma saudável e sendo jovem (fora do grupo de risco).

Apesar de a maioria dos principais sintomas (febre altíssima) ter diminuído, eu ainda estou lutando contra uma séria fadiga e uma tosse que não posso parar. Qualquer atividade física como andar me deixa exausto por horas.

A perda de condicionamento no corpo tem sido imensa, e posso apensar lamentar pelos atletas que contraíram COVID-19, pois eles vão sofrer uma grande perda do atual condicionamento durante o último ciclo de treinos. Infecção mais próxima da competição é a pior.

Os atletas vão continuar a treinar enquanto não existir uma posição sobre os Jogos Olímpicos, e isso vai expô-los a risco desnecessário - e aqueles sob contrato vão tentar retomar os treinos provavelmente aumentando/prolongando o tempo de dano/recuperação.

Por favor, vamos cada um olhar para todos. Saúde vem em primeiro lugar - COVID-19 não é piada!".