<
>

Esquenta olímpico! Brasil dentro do futebol masculino, queda de lenda do judô e recorde mundial no atletismo

A Olimpíada está chegando, fã de esportes! Faltam 165 dias para a abertura oficial dos Jogos de Tóquio 2020 e o ESPN.com.br te atualiza com o que de principal aconteceu nesse último final de semana.

Futebol masculino brasileiro garante vaga

A seleção brasileira de futebol masculino estará em Tóquio! Precisando vencer a Argentina na última rodada do Pré-Olímpico, o Brasil fez sua parte e triunfou por 3 a 0.

Com o resultado, a seleção se junta a própria Argentina com as vagas sul-americanas nos Jogos. O Brasil é o atual campeão olímpico, a única medalha de ouro da história do país na modalidade esportiva masculina.

Não deu para o basquete feminino

Precisando vencer a Austrália, após perder os dois primeiros jogos (Porto Rico e França), a seleção brasileiro de basquete feminino ficou pelo caminho. Derrota por 86 a 72 para as australianas.

Com o resultado, o Brasil não irá a Tóquio e volta a ficar fora de uma Olimpíada no basquete feminino depois de 32 anos. A última ausência foi em Seul 1988. A partir de Barcelona 1992, a equipe feminina marcou presença em todas as disputas.

Teddy Riner é enfim derrotado no judô

O que você fazia 9 anos e meio atrás? Certamente, não se lembra ou rememora vagamente. Fazia todo esse tempo que o francês Teddy Riner não perdia uma luta no judô.

Eram 154 lutas. Mas no domingo (9), o francês foi derrotado por Kokoro Kageura, de 24 anos, durante o Grand Slam de Paris, na França.

Quebra de recorde mundial no salto com vara

O sueco Armand Duplantis, de apenas 20 anos, quebrou neste sábado (8) o recorde mundial do salto com vara ao alcançar 6,17 metros durante o meeting de Torun, na Polônia, e superar a marca do francês Renaud Lavillenie.

O antigo recorde era de 6,16m, estabelecido por Lavillenie em 15 de fevereiro de 2014, na cidade de Donetsk, na Ucrânia. A prata em Torun acabou sendo entregue para dois atletas - o norte-americano Matthew Ludwig e o também sueco Melker Svard Jacobsson, que conseguiram saltar para 5,52m.