<
>

NFL: Burrow apanha como nunca, mas Bengals vencem Titans e vão a final da Conferência Americana

Burrow sofreu um recorde de 9 sacks, mas se levantou e carregou Cincinnati até a vitória contra os Titans


O Cincinnati Bengals é o primeiro time classificado à final da Conferência Americana. Em um jogo para lá de emocionante, a equipe de Ohio venceu os Titans por 19 a 16 em Tennessee e agora espera o duelo entre Buffalo Bills e Kansas City Chiefs para conhecer seu adversário na decisão.

O resultado passou muito pelas mãos de Joe Burrow, apesar de os números não mostrarem tanto isso – já que ele não anotou nenhum TD na partida. O QB dos Bengals apanhou como nunca. Foram 9 sacks sofridos, igualando o recorde de toda história dos playoffs.

Mas ele não se cansou de apanhar. Levantou todas as vezes e levou o time para frente. Foram 348 jardas para ele. E, apesar de não ter anotado nenhum ponto, foi o grande responsável por posicionar o outro herói de Cincinnati: Evan McPhearson.

O kicker foi perfeito no jogo e acertou seus quatro chutes. O último, para 52 jardas, foi o decisivo para o resultado.

Menção mais que honrosa também para a defesa dos Bengals, que interceptou Ryan Tannehill três vezes – sendo a última interceptação a 20 segundos do fim, quando eram os Titans que faziam a campanha para posicionar o kicker para o chute da vitória.

Chiefs e Bills se enfrentam às 20h30 (de Brasília) deste domingo para definir o rival dos Bengals. A partida, claro, terá transmissão pela ESPN no Star+.

O JOGO

Uma jogada, uma interceptação.

Assim começou a partida em Tennessee. Para tristeza da torcida da casa, Tannehill foi interceptado logo em seu primeiro passe.

Os Bengals, porém, não souberam aproveitar tão bem a chance. Saíram de campo “só” com um field goal. O kicker Evan McPhearson ainda abriria 6 a 0 no placar.

O primeiro TD, porém, foi dos Titans. E não podia ser de uma pessoa que não se chamasse Derrick Henry. O astro do time voltou de lesão e correu para end zone, como está acostumado. O placar, porém, acabou ficando no 6 a 6 depois de Tennessee não conseguir uma conversão de dois pontos.

McPhearson ainda fez 9 a 6 para os Bengals para fechar o primeiro tempo.

Na etapa final, Joe Mixon conseguiu aparecer. O RB sofreu bastante para achar seu espaço, mas conseguiu abrir uma vantagem de duas posses de bola com um corte espetacular que resultou em um TD corrido de 16 jardas.

Os Titans, porém, estavam muito vivos.

Randy Bullock primeiro diminuiu a vantagem para 16 a 9 com um field goal de 34 jardas.

Depois, Amani Hooker fez um milagre. O QB Joe Burrow tentou o passe, a bola passou por Samaje Perine e ia cair no chão. Ia. Porque Hooker não deixou! O defensor se jogou para fazer uma interceptação inacreditável – com uma ajudinha do chão tão leve que fez com que a arbitragem não tivesse provas para voltar atrás.

Com a interceptação confirmada, Ryan Tannehill fez a sua parte e coroou a jogada com um passe simplesmente perfeito para AJ Brown.

E quando tudo levava a crer que Tennesse sairia com a vitória, um defensor apareceu de novo. Dois, na verdade! Tentando o field goal da vitória, Tennehill foi para o passe para Westbrook-Ikhine, Eli Apple apareceu para fazer um desvio salvador e deixou a bola pendurada para Logan Wilson interceptar.

Os 20 segundos que restavam no relógio foram suficientes para Joe Burrow achar Já’Marr Chase e posicionar seu kicker. McPhearson de novo foi perfeito, acertou o chute longo de 52 jardas e colocou os Bengals na final da Conferência.