<
>

Chiefs x Bills na NFL: por que Mahomes x Allen pode ser o próximo Tom Brady x Peyton Manning

play
NFL Playoffs! Chiefs e Bills fazem jogaço com Mahomes e Allen pegando fogo; Paulo Antunes analisa (2:48)

Kansas City Chiefs e Buffalo Bills se enfrentam neste domingo, às 20h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+ (2:48)

Patrick Mahomes e Josh Allen se enfrentam pela quarta vez na carreira neste domingo valendo vaga na final da Conferência Americana


Patrick Mahomes não consegue evitar Josh Allen. Josh Allen não consegue evitar Patrick Mahomes. Os dois quarterbacks e seus respectivos times, o Kansas City Chiefs e o Buffalo Bills, se enfrentam neste domingo, às 20h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+. A partida no Arrowhead Stadium é válida pela rodada divisional dos playoffs da NFL e é o quarto encontro entre eles nas últimas duas temporadas.

Os Chiefs de Mahomes venceram os Bills de Allen na final da Conferência Americana no ano passado, então não é como se esses dois não tivessem dividido um grande palco antes. Se esses tipos de encontros continuarem acontecendo, Mahomes x Allen pode rapidamente se tornar o Tom Brady x Peyton Manning desta geração – foram 17 encontros entre os lendários quarterbacks, incluindo cinco nos playoffs.

Mahomes ganhou dois dos três últimos encontros, mas a vitória de Allen veio na semana 5 desta temporada, por 38 a 20, em pleno Arrowhead.

O duelo deste domingo pode ser lembrado por muitos anos como aquele que realmente colocará fogo na rivalidade entre os dois. Essas expectativas parecem razoáveis, afinal, ambos lançaram cinco passes para touchdown na rodada de Wild Card da última semana.

O que os quarterbacks dizem

Mahomes diz que teve a oportunidade de conhecer Allen fora dos gramados e o classificou como um “cara ótimo”. O astro de Kansas City também ressaltou que Buffalo exige muito de seu quarterback, que entrega.

“O que você vê com o Josh é que ele evolui a cada ano e não está satisfeito com seu estado atual”, disse Mahomes. “Ele trabalha na sua mecânica de lançamento, nos seus pés, faz coisas diferentes para ganhar uma vantagem e é isso que os melhores quarterbacks fazem.”

“Você consegue ver isso com o Josh. Eles exigem muito dele. Eles deixam muitas decisões para a linha de scrimmage, ele tem que tomar a decisão certa, lançar a bola, correr com a bola, todas essas coisas diferentes. Acho que é isso que os coloca nesse nível de ser um time dominante. Ele definitivamente evoluiu a cada ano e tenho certeza que vamos ter muitas batalhas ao longo de nossas carreiras”, opinou a estrela dos Chiefs.

Aos 26 anos de idade, Mahomes já alcançou conquistas na carreira que Allen ainda sonha, como ganhar o Super Bowl e ser eleito o MVP. O objetivo de Buffalo é chegar na final da Conferência Americana em anos consecutivos assim como os Chiefs fizeram.

“Mahomes conseguiu todas as coisas mais importantes que você deseja para uma carreira”, diz Josh Allen. “Obviamente, ele quer mais. É legal porque eu sei o tipo de pessoa que o Patrick é, já conversamos algumas vezes. Ele é um cara sensacional, sei que ele tem a fundação dele, ajuda muita gente, é algo que eu admiro muito nele, é uma ótima pessoa fora do campo.”

Na última temporada, Allen ficou em segundo colocado na votação para MVP, perdendo para Aaron Rodgers, e Buffalo quase alcançou o Super Bowl, sendo derrotado por Kansas City na final da AFC. Graças a Mahomes, Kansas City chegou em três decisões da Conferência Americana consecutivas.

“Esse é o nível que queremos alcançar. Para ser o melhor, você precisa vencer o melhor”, declarou Allen. “E eles tem realmente sido um dos melhores, se não o melhor time dos últimos quatro anos. Temos uma boa oportunidade e estamos empolgados com ela”.

O que dizem os números

O ranking (baseado na nota QBR da ESPN) de Patrick Mahomes e Josh Allen em situações de jogo:

  • No geral | Mahomes 5º, Allen 6º

  • Sem blitz | Mahomes 5º, Allen 6º

  • Pressionados | Mahomes 3º, Allen 2º

  • Terceiras descidas | Mahomes 3º, Allen 2º

Como foram as partidas entre os quarterbacks nos seus três encontros nas últimas duas temporadas? Mahomes tem uma leve vantagem (duas vitórias), mas Allen teve seu melhor jogo na vitória desta temporada.

O que dizem os especialistas

Comentarista da ESPN, ex-Colts e companheiro de Peyton Manning por muitos anos, Jeff Saturday conhece a rivalidade Brady x Manning como poucos.

O ex-center na NFL diz que mesmo com Mahomes e Allen estando no começo de suas carreiras, ele enxerga a mesma grandeza que via nos quarterbacks com quem jogou.

“Eu adorei que o Patrick Mahomes passou por dificuldades neste ano, que nem tudo foi fácil para ele”, diz Saturday. “Quando as defesas começaram a se ajustar, ele teve que alterar seu estilo de jogo, aprender e desenvolver paciência em momentos que você não pode fazer grandes jogadas. Teve que aceitar os passes curtos. Sustentar as campanhas tem que ser a prioridade. Nem sempre serão jogadas explosivas. Adorei esse desenvolvimento nele”, completou.

“Quanto a Allen, a história dele é absolutamente memorável. As pessoas achavam que ele não era capaz, aí ele tem um grande salto de desenvolvimento no último ano e evolui neste ano. Quão incrível é eles trabalharem em suas habilidades e ainda elevarem seus times para buscar um anel?”, analisou.

Parte do que dá tanto potencial a essa rivalidade é como a posição de quarterback mudou, opina Rob Ninkovich, que jogou com Brady contra Manning.

“Amo a ideia que é uma espécie de rivalidade Brady x Manning moderna”, disse o ex-atleta dos Patriots e atual comentarista da ESPN. “Acho que o mais empolgante é o jogo de xadrez, digamos assim, e como o jogo se desenvolveu. A liga hoje é dominada por quarterbacks móveis e o quarterback de pocket é um dinossauro”, completou.

O que o resultado de domingo pode significar?

Para os Chiefs:

Mahomes se consolidaria como o quarterback de uma dinastia se os Chiefs avançarem para um terceiro Super Bowl seguido. Só três quarterbacks foram titulares em três Super Bowls consecutivos: Bob Griese, Jim Kelly e Tom Brady.

Por outro lado, uma derrota seria o sinal de que o domínio dos Chiefs na Conferência Americana acabou. Seria a segunda vitória seguida de Allen sobre Mahomes.

play
0:59

NFL: Em reedição da final da AFC de 2021, Chiefs e Bills fazem duelo de 'arrepiar'; compare os dois times

Equipes se enfrentam neste domingo (23), às 20h30, ao vivo pela ESPN no Star+

Para os Bills:

Os Bills estão se preparando para esse confronto desde a derrota em Kansas City em janeiro de 2021. Depois de assistir a Mahomes destruir a defesa de Buffalo na final da Conferência Americana e ver como os Buccaneers o surpreenderam no Super Bowl, o gerente-geral Brandon Beane usou suas duas primeiras escolhas no Draft de 2021 em apressadores de passe: Greg Rousseau e Boogie Basham.

O objetivo era preencher as lacunas necessárias para derrotar os Chiefs. “Tampa fez um grande trabalho contra Kansas City naquele jogo fazendo Mahomes sair do seu espaço”, disse Beane após o Draft.

A pressão está sobre Allen para vencer os Chiefs num grande jogo.

Uma derrota colocaria os Bills de férias com grandes questões sobre o que esse time precisa fazer para finalmente superar seus grandes rivais.