<
>

NFL: Quem é o 'Tom Brasa', sósia brasileiro do astro Tom Brady?

Brasileiro foi o vencedor da campanha da ESPN e tem carreira artística interpretando outros personagens também


Capitão América, príncipe de 'A Bela e a Fera' e Tom Brady. Existe uma pessoa que é tudo isso quase ao mesmo tempo.

*Conteúdo patrocinado por Claro, Mitsubishi, Samsung, Magazine Luiza e C6 Bank

Marcelo Toporosky, de 31 anos, foi o escolhido para ser o sósia do astro do Tampa Bay Buccaneers na NFL na campanha da ESPN "Buscando Tom Brasa".

Na campanha, o sósia brasileiro de Tom Brady se juntou a outros "dublês" de astros do esporte como Gabigol, Neymar, Pelé, Ronaldinho e Salah.

"Tem uma certa semelhança, sim", diz Marcelo, sobre ser parecido com Brady. "O pessoal fica falando que eu sou parecido, eu estou achando também agora (risos).

"Pra mim, sempre me param na rua e falam que eu sou parecido com alguém e falam que eu sou parecido com o Tom Brady também. Eu não sou mais Marcelo, sempre sou o 'você é parecido com tal pessoa'. E o Tom Brady foi uma das pessoas que falaram que eu sou parecido", afirmou Marcelo, que disse que se inscreveu na campanha após uma leve "pressão" de amigos.

"Existia essa campanha, aí o pessoal me marcou na internet, falando 'Ó, é a sua chance, Marcelo. Você é muito parecido com o Tom Brady'. A gente acabou participando dos testes e foi muito engraçado lá com o Neymar, Gabigol, Pelé, Salah. Eu estava certo que eu ia ganhar".

Mas Marcelo Toporosky não é "apenas" o sósia brasileiro de Tom Brady. O paranaense é modelo e também interpreta outros personagens como Capitão América. Atualmente, ele está em cartaz em São Paulo interpretando o príncipe no "Bela e a Fera experience"

"Fora o Tom Brady eu sou modelo profissional, ja viajei vários paises modelando. Aqui no Brasil trabalho com personagens vivos, heróis, príncipes. Inclusive estou em cartaz agora no Mooca Plaza com o príncipe da Bela e a Fera. Faço o Capitão América, todos os heróis dentro do meu perfil, os príncipes da Disney. Trabalho há muito tempo com isso. Já fui pra fora modelar, acabei voltando do México por causa da pandemia e agora a gente é o Tom Brady brasileiro, o Tom Brasa.

A atuação e interpretação de personagens já acompanham Marcelo, que foi criado em Curitiba, praticamente do berço.

"Meu pai já foi diretor de teatro, então eu já nasci no palco. Ou estava no palco ou estava no palco. Trabalhei sempre no teatro, formaturas, casamentos, meu pai fazia eventos, foi uma grande influência do meu pai estar nas artes".

E, tentando manter a fidelidade ao personagem Tom Brady, Marcelo brinca: "Inclusive, estamos em busca da Gisele também (risos)".