<
>

NFL: Como Tom Brady se negou a ser substituído para conseguir R$ 5,6 milhões para o 'parça' Gronkowski

Tight end precisava de uma recepção no final do jogo para ativar bônus no contrato


Mesmo já classificados aos playoffs e com uma vitória tranquila garantida diante do Carolina Panthers na semana 18 da NFL, Tom Brady fez questão de voltar ao campo pelo Tampa Bay Buccaneers.

Tudo isso para garantir que seu fiel tight end Rob Gronkowski ganhasse o bônus de US$ 1 milhão (R$ 5,6 milhões) em seu contrato, mesmo com a partida já 31 a 17 para Tampa Bay com pouco mais de 6 minutos restando para o fim.

"Vamos lá, eu preciso de mais uma (recepção)", disse Gronkowski, a Brady na lateral do campo, segundo áudio divulgado pela NFL. "Mais uma recepção?", questionou o quarterback.

"Se eu não conseguir a minha sétima recepção no jogo, eu vou ter que arrumar um emprego de verdade", brincou Gronk.

Brady então disse ao técnico Bruce Arians que não sairia do campo na próxima campanha e conseguiu um passe para Gronkowski, ativando o bônus dele.

Gronkowski ganharia o bônus de US$ 1 milhão se conseguisse ao menos 55 recepções na temporada. E ele conseguiu com essa última.