<
>

NFL: Antonio Brown abandona jogo dos Bucs no meio e não vai mais atuar com Tom Brady

Antonio Brown se envolve em mais uma polêmica e acaba dispensado do atual campeão da NFL


Antonio Brown foi o centro das atenções na vitória do Tampa Bay Buccaneers sobre o New York Jets neste domingo (2), pela penúltima semana da temporada regular da NFL. Mas, como de costume recentemente, o destaque não foi positivo.

O wide receiver dos Bucs simplesmente abandonou a partida no meio, durante o terceiro quarto, e não voltou mais. O ato de rebeldia e indisciplina, porém, não ficou barato. Brown foi dispensado pelos atuais campeões da NFL logo após o jogo.

"Não vou falar sobre ele (Antonio Brown). Ele não faz mais parte do time", limitou-se a dizer o técnico Bruce Arians, na entrevista coletiva após a partida disputada no MetLife, em Nova York.

Ao decidir abandonar o time no meio da partida, Brown arrancou sua camisa e demais equipamentos, os arremessou para a torcida na arquibancada e rumou até o vestiário (veja o momento no vídeo acima). Colegas de time tentaram acalmá-lo, mas não conseguiram.

Mesmo sem o astro de 33 anos, os Bucs venceram por 28 a 24, de virada, quando Brown já nem estava mais em campo. Foi a 12ª vitória da equipe liderada por Tom Brady, que segue a caminho dos playoffs para defender o título.

Festival de polêmicas

A insubordinação de Brown é apenas mais uma da extensa lista de polêmicas do "garoto problema" da NFL.

Astro do Pittsburgh Steelers, no qual atuou de 2010 a 2018, ele se envolveu em uma briga com Big Ben, quarterback da franquia, e pediu para ser trocado.

Havia um acordo entre os Steelers e o Buffalo Bills para a transferência de Brown, até o jogador ir às redes sociais e reclamar da situação. Assim, o negócio acabou cancelado.

Brown acabou no Las Vegas Raiders, equipe em que não começou nada bem ao machucar um dos pés por não usar o equipamento necessário em uma sessão de crioterapia.

Depois, o astro fez greve para usar o capacete antigo, que tinha sido banido na NFL. Acabou multado pelo clube e pediu dispensa do time sem atuar uma vez sequer.

Antes de ir aos Bucs, ainda foi jogador do New England Patriots, no qual foi acusado de estupro e acabou dispensado por, também, ser acusado de intimidar a acusadora por mensagens.

Brown, então, acertou com a franquia de Tampa em 2020 e fez parte do elenco campeão do Super Bown LV, sobre o Kansas City Chiefs. Agora, está novamente desempregado.