<
>

NFL: Aaron Rodgers, Tom Brady e a vida sem Julio Jones: 9 coisas para ficar de olho nos treinos obrigatórios

play
Jogador da NFL é visto treinando 'casualmente' com capacete na rua (0:21)

Jerry Jeudy, do Denver Broncos, mostrou que não precisa de muito para praticar (0:21)

Nove equipes da NFL abrem seus minicamps (treinos) obrigatórios de três dias esta semana, com os demais times na próxima semana (exceto o Philadelphia Eagles, que optou por não ter um minicamp nesta pré-temporada). A maioria dos treinos será de terça a quinta-feira, embora o Tampa Bay Buccaneers, atual campeão do Super Bowl, que vai começar seus treinos na segunda-feira que vem.

As equipes já passaram por atividades organizadas em equipe, mas para alguns, esta é a primeira vez que veteranos entrarão em campo desde o final da temporada de 2020. É claro que as principais notícias em alguns lugares serão aquelas em que os veteranos não entram em campo, também conhecido como Aaron Rodgers em Green Bay, já que os Packers estão entre as equipes que participam dos camps obrigatórios esta semana. Dallas Cowboys e Atlanta Falcons - que acabaram de trocar o receiver Julio Jones - também estão tendo seus camps.

*Conteúdo patrocinado por Ipiranga, Mitsubishi, Samsung, C6 Bank e Magazine Luiza

Nós perguntamos a alguns de nossos repórteres da NFL Nation para analisar os minicamps desta semana e nos dizer a grande novidade que eles têm observado em todos os nove camps.

Atlanta Falcons

Como será o ataque dos Falcons sem Julio Jones?

Jones vai para o Tennessee, e o primeiro treino sem ele será no minicamp, onde teoricamente todas as opções ofensivas de Atlanta - incluindo Calvin Ridley, Russell Gage e Kyle Pitts - estarão presentes. Ver como estes jogadores trabalham em conjunto com Matt Ryan, junto com quem pode estar assumindo uma liderança antecipada como o receiver nº 3, vai ser o principal ponto a ser observado durante a semana. -- Michael Rothstein

play
0:52

'Ataque mais dinâmico!'; Paulo Antunes analisa chegada de Julio Jones aos Titans e projeta temporada

Comentarista dos Canais ESPN falou sobre a força ofensiva da equipe de Tennessee

Dallas Cowboys

A renovada defesa de Dallas pode continuar tendo bons resultados?

O enredo óbvio é Dak Prescott e sua recuperação de uma grave lesão no tornozelo direito, mas o quarterback pareceu estar bem nas duas atividades (OTA) abertos à mídia. Existem mais indefinições sobre a defesa, embora existam sinais encorajadores nesta primavera sobre as mudanças que Dan Quinn está trazendo. A maior mudança é o nível de comunicação que o time passou a ter.

Após reuniões virtuais chegando ao camp há um ano, os jogadores estavam inseguros sobre o novo esquema e era perceptível como o treino era silencioso na defesa. Com o trabalho no campo nesta primavera, além das reuniões virtuais, há muito mais diálogo entre os grupos e um entendimento sobre o que se espera. A esperança dos Cowboys é que esse nível de entendimento faça com que os jogadores joguem mais rápido e façam mais jogadas quando for pra valer. - Todd Archer

Detroit Lions

Quem são os wide receivers?

Os recivers do Detroit não parecem fortes no papel, e será interessante ver quem se apresenta como o principal alvo na primeira temporada de Jared Goff. Alguns caras a serem observados são Tyrell Williams, Breshad Perriman e Quintez Cephus. A escolha de quarta rodada de draft Amon-Ra St. Brown também está querendo conquistar seu lugar. - Eric Woodyard

Green Bay Packers

Aaron Rodgers vai aparecer?

Há 93 mil razões para conseguir, mas considerando que ele já perdeu seu bônus de treinamento de US$ 500 mil ao faltar treinos de pré-temporada (incluindo Atividades Organizadas do Time), o que são outros 93 mil em multas? Depois, há os receivers de Rodgers; os cinco principais não apareceram para as OTAs, deixando Jordan Love para trabalhar com um monte de novatos. Love finalmente poderia começar a trabalhar com Davante Adams, Marquez Valdes-Scantling, Allen Lazard, Equanimeous St. Brown e Devin Funchess. - Rob Demovsky

Los Angeles Rams

Inclusão do quarterback Matthew Stafford no ataque

Stafford está iniciando sua 13ª temporada na NFL, mas sua primeira em L.A. Sua chegada do Detroit imediatamente colocou os Rams na disputa do Super Bowl, mas há muito trabalho a ser feito enquanto Stafford continua aprendendo sobre o ataque e as tendências de seus novos playmakers. - Lindsey Thiry

New Orleans Saints

Jameis Winston e Taysom Hill?

Os Saints não estão tendo um camp tradicional com sessões de treino completo. Portanto, teremos que esperar até o final de julho para ver como eles dividem os primeiros treinos entre Winston e Taysom Hill como quarterback. Mas a concorrência já está bem encaminhada, já que os Saints montaram um playbook sem Drew Brees como o titular pela primeira vez em 16 anos. - Mike Triplett

New York Giants

Daniel Jones trabalhando com suas novas armas

Aqui está Kenny Golladay, a primeira escolha Kadarius Toney, o velocista John Ross e o running back Devontae Booker. Como todos eles se encaixarão no ataque? E o que Saquon Barkley está fazendo enquanto ele se recupera de sua lesão no ligamento cruzado anterior? - Jordan Raanan

Tampa Bay Buccaneers

O que Tom Brady fará com seu joelho pós-cirurgia?

Há três semanas ele vem fazendo exercícios privados com os colegas de equipe, mas o treinador Bruce Arians disse que ele pode fazer com que Brady faça mais exercícios à parte e não corra nenhum risco. Eles terão Blaine Gabbert, Ryan Griffin e Kyle Trask se Brady não estiver em condições de jogar. - Jenna Laine

Washington

O retorno de Chase Young

Ele foi o único jogador a não participar de pelo menos algumas das seis sessões de treinamento voluntário. Young é um mestre dos treinos e estava exercitando em outro lugar e se comunicava com os treinadores (que preferiam que todos participassem). Mas esta será a primeira vez para observar Young desde o final da temporada e ver como ele vai começar a desenvolver uma boa temporada como novato. A energia nos treinos em Washington tem sido boa; ter Young de volta poderia trazer mais. - John Keim