<
>

O Guia do Draft da NFL: os principais jogadores, as necessidades dos times e tudo que você precisa saber sobre o evento

play
Mock Draft da NFL: Paulo Antunes prevê as três primeiras escolhas com QBs para Jaguars, Jets e 49ers (2:14)

Assista ao Top 10 completo do Mock Draft de Paulo Antunes no YouTube da ESPN Brasil! (2:14)

O mundo será apresentado às futuras estrelas da NFL a partir desta quinta-feira, quando acontece o Draft de 2021 da liga de futebol americano.

E os canais ESPN e ESPN App transmitem o evento ao vivo e com exclusividade. Na quinta-feira, com Abre o Jogo a partir das 20h30 e o show começando às 21h, acontece a primeira rodada do recrutamento na ESPN. Na sexta, às 20h, a ESPN 2 transmite a segunda rodada do Draft.

*Conteúdo patrocinado por Ipiranga, Mitsubishi, Samsung, C6 Bank e Magazine Luiza

E o ESPN.com.br preparou um guia sobre o Draft de 2021 da NFL, com todas as respostas às perguntas que você provavelmente deve estar fazendo.

A Ordem | Os Principais Nomes | Necessidades dos Times

Onde acontece o Draft?

Ao contrário de 2020, quando o evento aconteceu todo de forma virtual, o Draft de 2021 será realizado em Cleveland. Ainda não há todos os detalhes de como a cerimônia irá ocorrer. Porém, é sabido que o FirstEnergy Stadium, o Rock & Roll Hall of Fame e o Great Lakes Science Center serão utilizados.

Os principais prospectos irão estar fisicamente presentes, enquanto outros o farão à distância.

Haverá público?

Limitado, mas haverá torcedores de todas as franquias. Aqueles que forem pessoalmente ao local de realização terão que estar completamente vacinados e obedecer às leis de vigilância sanitária.

Roger Goodell estará presente?

Sim. O comissário voltará a ter o gosto de sentir as vaias da torcida pessoalmente. Goodell já está completamente vacinado e será permitido até que ele abrace os jogadores que forem draftados, mas não há garantia de que ele vai querer fazer isso.

Onde estarão os membros dos times?

Dessa vez, os times poderão ter a sua "central de inteligência" novamente, desde que com distanciamento social. Quem chamou atenção foi o Los Angeles Rams, que alugou uma mansão em Malibu onde ficará sediado durante o recrutamento.

Qual a ordem da primeira rodada?

  1. Jacksonville Jaguars

  2. New York Jets

  3. San Francisco 49ers (do Houston Texans via Miami Dolphins)

  4. Atlanta Falcons

  5. Cincinnati Bengals

  6. Miami Dolphins (do Philadelphia Eagles)

  7. Detroit Lions

  8. Carolina Panthers

  9. Denver Broncos

  10. Dallas Cowboys

  11. New York Giants

  12. Philadelphia Eagles (do San Francisco 49ers via Miami Dolphins)

  13. Los Angeles Chargers

  14. Minnesota Vikings

  15. New England Patriots

  16. Arizona Cardinals

  17. Las Vegas Raiders

  18. Miami Dolphins

  19. Washington Football Team

  20. Chicago Bears

  21. Indianapolis Colts

  22. Tennessee Titans

  23. New York Jets (do Seattle Seahawks)

  24. Pittsburgh Steelers

  25. Jacksonville Jaguars (do Los Angeles Rams)

  26. Cleveland Browns

  27. Baltimore Ravens

  28. New Orleans Saints

  29. Green Bay Packers

  30. Buffalo Bills

  31. Baltimore Ravens (do Kansas City Chiefs)

  32. Tampa Bay Buccaneers

play
1:03

Curti surpreende e escolhe Ja'Marr Chase como melhor WR do draft da NFL; veja motivos

Comentarista analisou os principais prospectos da posição

Quem são os principais nomes?

*Por Todd McShay

1. Trevor Lawrence, QB, Clemson (Nota: 97)

Lawrence é muito bom tomando decisões, tem agilidade para lançar a bola e uma velocidade de passe de elite. Embora ele ainda tenha que evoluir a consistência de seu trabalho de pés e precisão, no geral, seu toque, timing e antecipação das jogadas é excelente. Ele sabe como direcionar recebedores para o espaço aberto e coloca a bola muito bem em lançamentos de back-shoulder. Ele também tem uma movimentação no pocket sólida para um quarterback da sua altura, com agilidade e instinto para sentir a pressão. Como corredor, Lawrence tem boa velocidade. No fim das contas, ele é um prospecto de quarterback que aparece uma vez a cada década.

2. Kyle Pitts, TE, Florida (Nota: 94)

Pitts é um híbrido entre wide receiver e tight end de enorme tamanho, braços longos e habilidade física muito boa. É um excelente corredor de rotas que consegue separação de linebackers e safeties. Também se acomoda em espaços quando trabalha contra marcações em zona. Ele tem a velocidade nos pés e a atividade nas mãos para sair da pressão na linha de scrimmage e sua capacidade de fazer recepções contestadas o transforma num jogador difícil de enfrentar quando se alinha na lateral. Pitts tem o tamanho e a “segunda marcha” para ser uma ameaça em profundidade, junto com a explosão e a força para ser um perigo depois da recepção. Seu talento e versatilidade o fazem ser um pesadelo para as defesas.

3. Ja'Marr Chase, WR, LSU (Nota: 94)

Antes de optar por não jogar em 2020, Chase quebrou os recordes de uma temporada da SEC (Southeastern Conference) em touchdowns recebidos (20) e jardas recebidas (1.780) em 2019. Ele tem um corpo robusto com muito boa velocidade, além de ser físico ao sair da linha de scrimmage. Sua melhor característica é a habilidade de encontrar a bola no ar e fazer ajustes, com um controle do corpo impressionante. Ele não tem uma agilidade de elite com a bola nas mãos, mas é um corredor 'durão' no campo aberto com excelente equilíbrio de contato para um wide receiver.

4. Zach Wilson, QB, BYU (Nota: 93)

Wilson jogou num ataque baseado na formação Pistol em BYU que valorizava leituras no campo inteiro. Uma de suas melhores características é sua habilidade de estender as jogadas. Ele tem o instinto e a agilidade para criar após a jogada inicial não funcionar e faz um ótimo trabalho ajustando os ângulos de braço para criar janelas de passe. Sua capacidade de lançar no espaço vazio para 'fazer' os wide receivers ficarem livres também se destaca, pois Wilson mostra um toque acima da média contra defesas em zona. Ele não parece ter muita velocidade, mas é um corredor instintivo com boa agilidade e competitividade.

5. Penei Sewell, OT, Oregon (Nota: 93)

Sewell tem a velocidade nos pés para ser excelente como um bloqueador em zona e a força para arrastar defensores para longe da bola no jogo terrestre. Ele tem agilidade e tende a lançar suas mãos rapidamente com boa precisão. Seu trabalho de pés é um pouco inconsistente, mas ele possui a envergadura para se recuperar. Só jogou duas temporadas em Oregon e sua falta de experiência é uma pequena preocupação, mas Sewell é o melhor ofensive tackle e pronto para ser titular.

6. DeVonta Smith, WR, Alabama (Nota: 93)

O que mais se destaca em Smith são seus instintos e inteligência de elite como um corredor de rotas. Ele tem uma explosão “top de linha” logo na linha de scrimmage e é talentoso o suficiente para vencer uma marcação pressão. Smith é suave nos cortes e consistentemente consegue separação contra marcações mano a mano, além de ter incrível capacidade de encontrar espaços na marcação por zona. Algumas vezes, ele perde na força para cornerbacks maiores, mas raramente "dropa" uma bola agarrável e faz um bom trabalho a localizando em rotas verticais.

7. Jaylen Waddle, WR, Alabama (Nota: 93)

Como corredor de rotas, Waddle tem explosão na linha de scrimmage e também nos seus cortes, além de localizar a bola longa no ar muito bem. Defensores em marcação pressão tiveram muita dificuldade para redirecioná-lo, porque ele possui agilidade de elite e atinge sua velocidade máxima muito rapidamente. Waddle é o jogador mais perigoso dos Estados Unidos com a bola nas suas mãos: ele é “liso”, com agilidade lateral, visão de campo e velocidade para escapar. Ele também não tem medo de trabalhar no meio do campo, mas pode ser inconsistente nas recepções contestadas.

8. Rashawn Slater, OT, Northwestern (Nota: 93)

Slater é um bloqueador posicional efetivo, com bom equilíbrio e força mediana no jogo terrestre. Ele sabe subir para o segundo nível e tem ótimo alcance. Na proteção ao passe, Slater é acima da média com as mãos, tendo ótima agilidade, força nos membros superiores, controle do corpo e velocidade no pés. Às vezes, ele dá muito espaço, mas tende a se recuperar rapidamente e joga até o apito do árbitro. Vale notar sua envergadura abaixo da média, mas se acredita que ele tem o que é preciso para ser titular logo de cara como tackle, além de sua versatilidade para jogar por dentro da linha.

9. Trey Lance, QB, North Dakota State (Nota: 92)

Lance tem muita força no braço e estende jogadas para fazer lançamentos desequilibrado com frequência. Ele é eficiente em jogadas “under center” (o oposto da formação shotgun) e se sobressai vendendo o play-action. Lance faz leituras rápidas e é excepcional cuidando da bola. Mostra bom toque em passes longos, mas sua maior fraqueza é a falta de precisão, especialmente em passes curtos e nas laterais. Ele é um corredor que não tem medo do contato e com boa velocidade. A inexperiência (apenas 17 jogos como titular) e pouca competitividade que enfrentou (jogou na FCS, a “segunda divisão” universitária) são preocupações.

10. Patrick Surtain II, CB, Alabama (Nota: 92)

Surtain é um cornerback instintivo que consegue diagnosticar as rotas dos recebedores e os olhos do quarterback. Ele respeita a estrutura da defesa e sabe para onde direcionar os wide receivers. É um bom playmaker, com boa reação na bola e boas mãos. Surtain limita jardas após a recepção e sabe fazer tackles.

11. Justin Fields, QB, Ohio State (Nota: 91)

Fields mostra ótima precisão e muita força em passes verticais. Tem um lançamento rápido – consegue mexer o punho e fazer a bola voar de sua mão. A maior crítica a Fields é que ele gosta de ver seu recebedor livre e precisará melhorar sua antecipação nos passes. Se movimenta bem no pocket e é sólido mantendo os olhos no fundo do campo enquanto estende as jogadas. Fields precisa evoluir nas leituras, mas se colocado no sistema certo, pode rapidamente se tornar um titular de elite na NFL.

12. Jeremiah Owusu-Koramoah, LB, Notre Dame (Nota: 91)

Owusu-Koramoah é o que a NFL procura num defensor, pois ele tem excepcional versatilidade. Seu tamanho é menor do que se esperaria, mas seus instintos e velocidade o fazem podem jogar no “lado fraco” da defesa. Mostra boa leitura e sempre parece estar perto da bola. Precisa crescer fisicamente, mas é fluido, suave e veloz nas coberturas. Também mostrou habilidade de pressionar quarterbacks na blitz com velocidade e agilidade.

13. Alijah Vera-Tucker, G, USC (Nota: 91)

Vera-Tucker se posiciona bem e consegue arrastar defensores no ponto de ataque do jogo terrestre. Ele perde alguns bloqueios no fim das jogadas, mas tem bons ângulos quando sobe para o segundo nível. Possui controle do corpo acima da média para o seu tamanho na proteção ao passe. Tem mãos fortes e segura bem sua posição. Vera-Tucker se encaixa melhor como guard do que tackle, mas pode ser uma opção jogando no lado de fora da linha na NFL.

14. Jaycee Horn, CB, South Carolina (Nota: 91)

Horn tem o tamanho, velocidade, força e envergadura para se tornar um cornerback de marcação pressão muito bom. Ele dificulta para os wide receivers saírem da linha em direção às rotas. Ele às vezes segura demais, cometendo faltas. É mais efetivo jogando contra recebedores do slot (meio do campo) que a maioria dos cornerbacks do seu tamanho. Horn demonstra instintos sólidos e localiza bem a bola, sendo competitivo em passes contestados, além de ser uma ameaça em situações de blitz pelas laterais.

15. Mac Jones, QB, Alabama (Nota: 90)

Sua presença no pocket e habilidade para se movimentar entre os tackles se destaca. Jones mostra precisão de alto nível em passes curtos ou intermediários e tem ótimo timing e antecipação. Ele lê as defesas rapidamente com incrível inteligência, além de consistentemente demonstrar capacidade de direcionar seus recebedores para ganharem jardas após a recepção. Jones compreende a trajetória da bola e consegue lançar entre linhas de defensores, mas tem uma tendência a fazer lançamentos fracos em bolas profundas. Também não é uma grande ameaça correndo com a bola..

Do que cada franquia precisa?

*Por Football Outsiders no ESPN.com

Arizona Cardinals

Principal Carência: Cornerback

Jogadores que se encaixariam: Jaycee Horn, South Carolina; Patrick Surtain II, Alabama

Atlanta Falcons

Principal Carência: Safety

Jogadores que se encaixariam: Trevon Moehrig, TCU; Jevon Holland, Oregon

Baltimore Ravens

Principal Carência: Wide receiver

Jogadores que se encaixariam: Terrace Marshall Jr., LSU; Rashod Bateman, Minnesota

Buffalo Bills

Principal Carência: EDGE

Jogadores que se encaixariam: Jaelan Phillips, Miami; Azeez Ojulari, Georgia

Carolina Panthers

Principal Carência: Safety

Jogadores que se encaixariam: Andre Cisco, Syracuse; Damar Hamlin, Pittsburgh

Chicago Bears

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Kellen Mond, Texas A&M; Kyle Trask, Florida

Cincinnati Bengals

Principal Carência: Linha ofensiva

Jogadores que se encaixariam: Penei Sewell, Oregon; Rashawn Slater, Northwestern

Cleveland Browns

Principal Carência: Linha defensiva

Jogadores que se encaixariam: Jayson Oweh, Penn State; Levi Onwuzurike, Washington

play
1:01

NFL Draft: Paulo Antunes elege a melhor escolha da história do evento

Draft da NFL em 2021 começa no dia 29 de abril, com transmissão da ESPN e do ESPN App

Dallas Cowboys

Principal Carência: Cornerback.

Jogadores que se encaixariam: Patrick Surtain II, Alabama; Jaycee Horn, South Carolina

Denver Broncos

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Trey Lance, North Dakota State; Justin Fields, Ohio State

Detroit Lions

Principal Carência: Wide receiver

Jogadores que se encaixariam: DeVonta Smith, Alabama; Ja'Marr Chase, LSU; Rashod Bateman, Minnesota

Green Bay Packers

Principal Carência: Cornerback

Jogadores que se encaixariam: Greg Newsome II, Northwestern; Asante Samuel Jr., UCF

Houston Texans

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Davis Mills, Stanford; Kellen Mond, Texas A&M

Indianapolis Colts

Principal Carência: EDGE

Jogadores que se encaixariam: Jaelan Phillips, Miami

Jacksonville Jaguars

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Trevor Lawrence, Clemson

Kansas City Chiefs

Principal Carência: EDGE

Jogadores que se encaixariam: Payton Turner, Houston; Jayson Oweh, Penn State

play
1:33

Antes do Draft da NFL, Paulo Antunes elege seu 2º melhor quarterback da classe depois de Trevor Lawrence: 'Lembra Favre e até Mahomes'

Assista à análise completa dos 5 melhores quarterbacks do Draft no YouTube da ESPN Brasil!

Las Vegas Raiders

Principal Carência: Ofensive tackle

Jogadores que se encaixariam: Teven Jenkins, Oklahoma State

Los Angeles Chargers

Principal Carência: Ofensive Tackle

Jogadores que se encaixariam: Christian Darrisaw, Virginia Tech

Los Angeles Rams

Principal Carência: Secundária

Jogadores que se encaixariam: Aaron Robinson, UCF; Eric Stokes, Georgia

Miami Dolphins

Principal Carência: Linha ofensiva

Jogadores que se encaixariam: Penei Sewell, Oregon; Rashawn Slater, Northwestern

Minnesota Vikings

Principal Carência: Linha Ofensiva

Jogadores que se encaixariam: Rashawn Slater, Northwestern; Alijah Vera-Tucker, USC

New England Patriots

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Justin Fields, Ohio State; Mac Jones, Alabama

New Orleans Saints

Principal Carência: Wide receiver

Jogadores que se encaixariam: Rashod Bateman, Minnesota; Terrace Marshall Jr., LSU

New York Giants

Principal Carência: EDGE.

Jogadores que se encaixariam: Kwity Paye, Michigan; Carlos Basham Jr., Wake Forest

New York Jets

Principal Carência: Quarterback

Jogadores que se encaixariam: Zach Wilson, BYU; Trey Lance, North Dakota State

Philadelphia Eagles

Principal Carência: Wide receiver

Jogadores que se encaixariam: Jaylen Waddle, Alabama; Rashod Bateman, Minnesota

Pittsburgh Steelers

Principal Carência: Linha ofensiva

Jogadores que se encaixariam: Teven Jenkins, Oklahoma State; Alijah Vera-Tucker, USC

San Francisco 49ers

Principal Carência: Secundária

Jogadores que se encaixariam: Kelvin Joseph, Kentucky; Eric Stokes, Georgia

Seattle Seahawks

Principal Carência: Cornerback

Jogadores que se encaixariam: Aaron Robinson, UCF; Eric Stokes, Georgia

Tampa Bay Buccaneers

Principal Carência: reservas para a defesa

Jogadores que se encaixariam: Christian Barmore, Alabama; Joseph Ossai, Texas

Tennessee Titans

Principal Carência: Wide receiver

Jogadores que se encaixariam: Rashod Bateman, Minnesota

Washington

Principal Carência: Ofensive tackle

Jogadores que se encaixariam: Christian Darrisaw, Virginia Tech; Teven Jenkins, Oklahoma State