<
>

NFL: estrelas não escondem raiva em rede social com aumento do número de jogos no campeonato

play
Semana NFL: Curti elege três franquias que se deram bem no mercado, mas foram pouco faladas (3:22)

Assista ao programa completo com Antony Curti no YouTube da ESPN Brasil (3:22)

Alguns jogadores importantes da NFL expressaram seu descontentamento, através das redes sociais, com o provável aumento para 17 jogos na temporada regular da competição.

Os donos das equipes estão programados para decidir se aprovam o aumento no número de partidas durante reuniões virtuais que vão acontecer terça (30) e quarta-feira (31).

O running back do New Orleans Saints, Alvin Kamara, foi um dos que mostrou ser contrário à mudança depois que Adam Schefter, da ESPN, tuitou que a liga tem 16 partidas por temporadas desde 1978, de longe o período mais longo sem uma mudança na história da NFL.

Outros jogadores que tornaram públicas suas opiniões foram Adrian Amos, safety do Green Bay Packers, Darius Slay, cornerback do Philadelphia Eagles, e Cameron Jordan, defensive end dos Saints.

O ex-wide receiver Torey Smith disse em seu twitter que “ajustes devem ser feitos” para manter os jogadores saudáveis durante uma temporada de 17 partidas. George Atallah, diretor executivo assistente de assuntos externos, respondeu a publicação.

“Automaticamente serão feitas mudanças durante o recesso de temporada e aos calendários de treinamento durante a temporada regular como resultado (da expansão)”, sinalizou Atallah.

Os donos podem expandir a temporada para 17 jogos como parte do acordo de trabalho coletivo com os jogadores ano passado, mesmo que essa partida extra foi um ponto de divergência entre vários jogadores que votaram contra.

O campeonato já tem uma fórmula para a realização dos 17 jogos no cronograma, que pode incluir uma partida extra contra um adversário da outra conferência a cada ano, com base na posição da divisão da última temporada.

Na semana passada, o dono do Pittsburgh Steelers, Art Rooney II, indicou que uma temporada com 17 partidas poderia começar já na próxima temporada e disse acreditar que “funcionaria bem”. A expectativa é que, se for aprovada uma temporada com 17 jogos, a pré-temporada seja reduzida de 4 para 3 jogos.

“Acredito que o calendário com 17 jogos funcionará bem. Este ano será o primeiro. Teremos a chance de ver como será. Vamos diminuir a pré-temporada em uma partida”, falou Rooney.

play
0:17

'Parça' de Brady, Gronk brinca com contrato de mais de R$ 50 milhões na NFL e 'suplica' a chefe: 'Não tire de mim!'

Rob Gronkowski renovou com o Tampa Bay Buccaneers em acordo de 1 ano e até US$ 10 milhões