<
>

Guia do mercado da NFL: tudo sobre a free agency, quem pode gastar, os melhores nomes e as transferências fechadas

play
Curti analisa gastança dos Patriots na NFL e alerta: 'Pode subir no Draft por um quarterback' (1:16)

Comentarista analisou contratações durante o 'Semana NFL' no YouTube da ESPN Brasil (1:16)

O mercado da NFL abre oficialmente nesta quarta-feira, 17 de março, mas desde a tarde de segunda, os times já podem conversar e fechar acordos com os jogadores que estão sem contrato.

A free agency já esquenta a temporada 2021: Dak Prescott renovou com o Dallas Cowboys, Cam Newton fica no New England Patriots, J.J. Watt foi para o Arizona Cardinals...

Saiba tudo que já aconteceu, conheça os principais nomes e o que cada time precisa fazer!

*Conteúdo patrocinado por Ipiranga, Mitsubishi Motors, Samsung Galaxy, C6BANK e Magalu.

As folhas salariais | Os melhores jogadores | Quem já assinou | O que cada time precisa

Quais jogadores já saíram do mercado?

Quarterbacks:

  • Dak Prescott, QB: renovou com os Cowboys

  • Cam Newton, QB: renovou com os Patriots

  • Ryan Fitzpatrick, QB: saiu dos Dolphins para Washington

  • Jameis Winston, QB: renovou com os Saints

  • Andy Dalton, QB: saiu dos Cowboys para os Bears

  • Tyrod Taylor, QB: saiu dos Chargers para os Texans

  • Jacoby Brissett, QB: saiu dos Colts para os Dolphins

  • Mitchell Trubisky, QB: saiu dos Bears para os Bills

Running Backs:

  • Mark Ingram, RB: saiu dos Ravens para os Texans

  • Aaron Jones, RB: renovou com os Packers

  • Malcom Brown, RB: saiu dos Rams para os Dolphins

  • Jamaal Williams, RB: saiu dos Packers para os Lions

  • Kenyan Drake, RB: saiu dos Cardinals para os Raiders

  • Phillip Lindsay, RB: saiu dos Broncos para os Texans

  • Chris Carson, RB: renovou com os Seahawks

Wide receivers:

  • Allen Robinson, WR: recebeu a franchise tag dos Bears

  • Chris Godwin, WR: recebeu a franchise tag dos Buccaneers

  • Corey Davis, WR: saiu dos Titans para os Jets

  • Nelson Agholor, WR: saiu dos Raiders para os Patriots

  • Marvin Jones, WR: saiu dos Lions para os Jaguars

  • Emmanuel Sanders, WR: saiu dos Saints para os Bills

  • A.J. Green, WR: saiu dos Bengals para os Cardinals

  • John Brown, WR: saiu dos Bills para os Raiders

  • Curtis Samuel, WR: saiu dos Panthers para Washington

  • Will Fuller, WR: saiu dos Texans para os Dolphins

  • JuJu Smith-Schuster, WR: renovou com os Steelers

  • Kenny Golladay, WR: saiu dos Lions para os Giants

  • DeSean Jackson, WR: saiu dos Eagles para os Rams

  • T.Y. Hilton, WR: renovou com os Colts

play
1:06

Curti explica por que Packers estão em modo All-In na NFL: 'Passando as coisas no cartão de crédito'

Comentarista analisou renovação com Aaron Jones durante o 'Semana NFL' no YouTube da ESPN Brasil

Tight ends:

  • Jonnu Smith, TE: saiu dos Titans para os Patriots

  • Hunter Henry, TE: saiu dos Chargers para os Patriots

  • Rob Gronkowski, TE: renovou com os Buccaneers

  • Gerald Everett, TE: saiu dos Rams para os Seahawks

  • Jared Cook, TE: saiu dos Saints para os Chargers

  • Kyle Rudolph, TE: saiu dos Vikings para os Giants

  • Dan Arnold, TE: saiu dos Cardinals para os Panthers

Linha ofensiva:

  • Cam Robinson, OT: recebeu a franchise tag dos Jaguars

  • Brandon Scherff, G: recebeu a franchise tag de Washington

  • Kevin Zeitler, G: saiu dos Giants para os Ravens

  • Corey Linsley, C: saiu dos Packers para os Chargers

  • Joe Thuney, G: saiu dos Patriots para os Chiefs

  • Kelvin Beachum, OT: renovou com os Cardinals

  • Germain Ifedi, G: renovou com os Bears

  • Trent Williams, OT: renovou com os 49ers

  • Riley Reiff, OT: saiu dos Vikings para os Bengals

  • David Andrews, C: renovou com os Patriots

Linha defensiva

  • J.J. Watt, EDGE: saiu dos Texans para os Cardinals

  • Leonard Williams, DT: recebeu a franchise tag dos Giants

  • Romeo Okwara, EDGE: renovou com os Lions

  • Shaq Barrett, EDGE: renovou com os Buccaneers

  • Trey Hendrickson, EDGE: saiu dos Saints para os Bengals

  • Carl Lawson, EDGE: saiu dos Bengals para os Jets

  • Bud Dupree, EDGE: saiu dos Steelers para os Titans

  • Leonard Floyd, EDGE: renovou com os Rams

  • Yannick Ngakoue, EDGE: saiu dos Ravens para os Raiders

  • Matthew Judon, EDGE: saiu dos Ravens para os Patriots

  • Derek Wolfe, DE: renovou com os Ravens

  • Poona Ford, DT: renovou com os Seahawks

  • Haason Reddick, EDGE: saiu dos Cardinals para os Panthers

  • Larry Ogunjobi, DT: saiu dos Browns para os Bengals

  • Sheldon Rankins, DT: saiu dos Saints para os Jets

  • Ndamukong Suh, DT: renovou com os Buccaneers

play
4:58

Seattle Seahawks deveria trocar Russell Wilson na NFL? Paulo Antunes analisa situação do astro

Comentarista analisou a situação do quarterback

Linebackers:

  • Matt Milano, LB: renovou com os Bills

  • Christian Kirksey, LB: saiu dos Packers para os Texans

  • Lavonte David, LB: renovou com os Buccaneers

  • Nicholas Morrow, LB: renovou com os Raiders

  • Jayon Brown, LB: renovou com os Titans

  • Denzel Perryman, LB : saiu dos Chargers para os Panthers

  • Kyle Van Noy, LB: saiu dos Dolphins para Patriots

Secundária:

  • Justin Simmons, S: recebeu a franchise tag dos Broncos

  • Marcus Williams, S: recebeu a franchise tag dos Saints

  • Marcus Maye, S: recebeu a franchise tag dos Jets

  • John Johnson, S: saiu dos Rams para os Browns

  • Jalen Mills, S: saiu dos Eagles para os Patriots

  • Chidobe Awuzie, CB: saiu dos Cowboys para os Bengals

  • Shaquill Griffin, CB: saiu dos Seahawks para os Jaguars

  • Janoris Jenkins, CB: saiu dos Saints para os Titans

  • Ahkello Witherspoon, CB: saiu dos 49ers para os Seahawks

  • William Jackson, CB: saiu dos Bengals para Washington

  • Patrick Peterson, CB: saiu dos Cardinals para Vikings

  • Desmond King, CB: saiu dos Titans para os Texans

  • Anthony Harris, S: saiu dos Vikings para os Eagles

  • Desmond Trufant, CB: saiu dos Lions para os Bears

  • Keanu Neal, S: saiu dos Falcons para os Cowboys

  • Kyle Fuller, CB: saiu dos Bears para os Broncos

  • Adoree Jackson, CB: saiu dos Titans para os Giants

Kickers:

  • Cairo Santos, K: renovou com os Bears

  • Younghoe Koo, K: renovou com os Falcons

  • Matt Haack, K: saiu dos Dolphins para os Bills

  • Matt Prater, K: saiu dos Lions para os Cardinals

  • Ryan Succop, K: renovou com os Buccaneers.


Quais os melhores jogadores no mercado?

Quarterbacks:

  • Alex Smith, QB - 37 anos (ex-Washington)

Running backs:

  • James White, RB – 29 anos (ex-Patriots)

  • James Conner, RB – 26 anos (ex-Steelers)

Wide receivers:

  • Antonio Brown, WR – 33 anos (ex-Buccaneers)

Linha ofensiva:

  • Alejandro Villanueva, OT – 32 anos (ex-Steelers)

  • Eric Fisher, OT - 30 anos (ex-Chiefs)

  • Mitchell Schwartz, OT - 32 anos (ex-Chiefs)

  • Russell Okung, OT – 32 anos (ex-Panthers)

Linha defensiva:

  • Melvin Ingram, EDGE – 32 anos (ex-Chargers)

  • Jadeveon Clowney, EDGE – 28 anos (ex-Titans)

  • Carlos Dunlap, EDGE - 32 anos (ex-Seahawks)

  • Geno Atkins, DT - 32 anos (ex-Bengals)

Linebackers:

  • Eric Wilson, LB – 26 anos (ex-Vikings)

  • K.J. Wright, LB – 32 anos (ex-Seahawks)

  • Vince Williams, LB – 31 anos (ex-Steelers)

Secundária:

  • Richard Sherman, CB – 33 anos (ex-49ers)

  • Xavier Woods, S – 26 anos (ex-Cowboys)

  • Malcolm Butler, CB - 31 anos (ex-Titans)

  • Kenny Vaccaro, S - 30 anos (ex-Titans)

  • A.J. Bouye, CB - 30 anos (ex-Broncos)

  • Casey Hayward, CB - 31 anos (ex-Chargers)


O que cada time precisa fazer?

AFC LESTE

Buffalo Bills

Depois de voltarem à final da AFC, os Bills têm um futuro brilhante pela primeira vez desde os anos 90. Mas com apenas três titulares da linha ofensiva retornando e uma defesa que precisa de consistência no pass rush, o general manager Brandon Beane vai precisar trabalhar para reforçar suas trincheiras.

Miami Dolphins

Os Dolphins entram na free agency focados em somar talento ofensivo ao lado do quarterback Tua Tagovailoa - principalmente um wide receiver rápido e confiável. Will Fuller, de Houston, é a principal opção desde que Tampa colocou a franchise tag em Chris Godwin.

New England Patriots

Os Patriots têm muito espaço na folha salarial em uma offseason marcada por times no limite financeiro, então há uma oportunidade para preencher lacunas importantes. E foi exatamente isso que Bill Belichick fez no primeiro dia de negociações, com destaque para a chegada do tight end Jonnu Smith - opção para Cam Newton, que volta para mais um ano como quarterback.

New York Jets

Com 70 milhões de dólares projetados de espaço na folha salarial, os Jets são um dos poucos times que poderão ser agressivos na free agency, mesmo que essa não seja a preferência do general manager Joe Douglas. Os cornerbacks Richard Sherman e Jason Verrett, que já jogaram com o novo treinador Robert Saleh em San Francisco, são nomes para ficar de olho. O wide receiver Corey Davis e o defensive end Carl Lawson foram as primeiras grandes contratações do time.


AFC NORTE

Baltimore Ravens

O foco número 1 dos Ravens na offseason é melhorar o elenco de apoio do quarterback Lamar Jackson. Um ride receiver número 1 como Kenny Golladay e um jogador de linha ofensiva de alto nível estavam na lista de prioridades - e o time já levou o guard Kevin Zeitler.

Cincinnati Bengals

Se os Bengals conseguirem mais um alvo dinâmico nesta offseason, o ataque pode dar um passo importante à frente na segunda temporada de Joe Burrow. A linha ofensiva é outra área que precisa de atenção. E com a saída do defensive end Carl Lawson, os Bengals foram atrás de Trey Hendrickson.

Cleveland Browns

Com o ataque montado, a defesa é o foco dos Browns, que vão tentar somar talentos ao grupo liderado por Myles Garrett. Encontrar um linebacker que faça a diferença em campo e ajuda na secundária são as prioridades na free agency - a chegada do safety John Johnson foi o primeiro passo.

Pittsburgh Steelers

Com uma folha salarial reduzida e contratos pesados, os Steelers não têm muito dinheiro para usar na free agency. A prioridade é renovar com alguns jogadores de defesa, como os cornerbacks Mike Hilton e Cameron Sutton (que já se acertou com o time), e encontrar substitutos à altura do wide receiver JuJu Smith-Schuster e do running back James Conner. Sem falar de Bud Dupree, que assinou com os Titans.


AFC SUL

Houston Texans

Tem sido uma offseason problemática em Houston, com o futuro do quarterback Deshaun Watson como o tópico principal. Houston também precisa decidir se o wide receiver Will Fuller está nos planos. E permitir que JJ Watt fosse embora significa que o foco será adicionar talento à defesa - tanto que o time já se acertou com OITO defensores no primeiro dia de negociações.

Indianapolis Colts

Os Colts resolveram a questão de quarterback com a chegada de Carson Wentz, mas há outros problemas. As prioridades são definir o futuro do wide receiver TY Hilton, substituir o left tackle Anthony Castonzo, conseguir ajuda na posição de linebacker e melhorar o pass rush.

Jacksonville Jaguars

Os Jaguars são o time com mais espaço na folha salarial, 74 milhões de dólares, e precisam de left tackle, tight end, defensive tackle e ajuda na secundária - e no primeiro dia de negociações, os Jaguars já fecharam com nomes importantes como o safety Rayshawn Jenkins e o defensive tackle Roy Robertson-Harris.

Tennessee Titans

Depois de terminarem a temporada em 30º lugar com 19 sacks e permitindo touchdowns em 69% das vezes em que os rivais chegaram à red zone, os Titans precisam melhorar sua defesa. Encontrar um outside linebacker era o grande foco da free agency, e Tennessee contratou o melhor deles: Bud Dupree.


AFC OESTE

Denver Broncos

A offseason de Denver vai ser definida por quem fica - o safety Justin Simmons recebeu a franchise tag, e o defensive end Shelby Harris renovou por três anos. Os Broncos também exerceram a opção de renovação do linebacker Von Miller, que perdeu a temporada passada por lesão.

Kansas City Chiefs

Cuidar da linha ofensiva que protege Patrick Mahomes era a grande prioridade dos Chiefs, que já dispensaram os tackles Mitchell Schwartz e Eric Fisher - ambos voltando de lesões. A resposta? Um contrato de cinco anos para Joe Thuney, um dos melhores guards de toda a NFL.

Las Vegas Raiders

Para os Raiders, encontrar um edge rusher capaz de mudar jogos e reforçar a jovem secundária deveriam ser as prioridades. Um running back que possa mudar o ritmo da partida e um defensive lineman que consiga movimentar o pocket também são possíveis alvos - a chegada do defensive end Yannick Ngakoue começa a resolver as questões defensivas.

Los Angeles Chargers

Os Chargers poderiam melhorar sua linha ofensiva para proteger o quarterback Justin Herbert, e fizeram exatamente isso com as contratações do right tackle Matt Feiler e do center Corey Linsley. Eles também precisam de mais um wide receiver confiável após a saída do tight end Hunter Henry.


NFC LESTE

Dallas Cowboys

Os Cowboys não devem gastar muito mais na free agency depois da renovação com Dak Prescott por quatro temporadas e US$ 160 milhões, mas eles precisam reforçar a defesa. Os linebackers e cornerbacks podem ser outros quando a temporada chegar, e o time pode precisar de um pass-rusher caso Aldon Smith não retorne.

New York Giants

Descobrir o que fazer com a linha defensiva é a prioridade da offseason em que os Giants precisam decidir se conseguem pagar para ficar com Leonard Williams depois de perderem Dalvim Tomlinson. Eles também podem procurar alguns dos principais edge rushers e wide receivers.

Philadelphia Eagles

A projeção é de que os Eagles estarão com mais de US$ 40 milhões acima do limite da folha em 2021, e o time está em meio a um movimento jovem, então é improvável que grandes nomes cheguem pela free agency. Um quarterback veterano (Jacoby Brissett?), ajuda entre wide receivers e running backs e reforços na secundária são as prioridades em uma segunda onda da free agency.

Washington Football Team

Washington precisa ajudar seu QB, começando pelas posições de wide receiver e tackle. Mas a contratação de Ryan Fitzpatrick foi o grande destaque até agora. Defensivamente, o time precisa de linebacker, safety e cornerback. Alguns recebedores atraem Washington pela velocidade, incluindo Curtis Samuel e Will Fuller.


NFC NORTE

Chicago Bears

Com pouco espaço na folha e muito a resolver, o GM Ryan Pace vai precisar ser criativo para encontrar um novo QB e ficar com Allen Robinson - wide receiver que recebeu a franchise tag. Se os Bears não conseguiram um dos grandes nomes, veteranos como Alex Smith e Andy Dalton se encaixam no orçamento.

Detroit Lions

Os Lions não têm muito dinheiro depois de trocarem Matthew Stafford por Jared Goff, e o time não deve brigar por títulos imediatamente. O GM Brad Holmes deixou claro que pretende construir a equipe pelo draft. Mas grandes mudanças estão por vir, começando pela provável saída do wide receiver Kenny Golladay.

Green Bay Packers

Os Packers precisavam decidir o que fazer com duas peças importantes do forte ataque: o running back Aaron Jones já renovou, o center Corey Linsley foi embora. Há sinais de que o GM Brian Gutekunst quer um novo recebedor no grupo. Um cornerback também pode resolver uma das maiores necessidades do time, se Kevin King deixar Green Bay.

Minnesota Vikings

O técnico Mike Zimmer disse que uma das prioridades é encontrar mais pass-rushers, depois que os Vikings tiveram a pior marca da franquia com apenas 23 sacks na temporada passada - o defensive tackle Dalvin Tomlinson chega para ajudar a solucionar o problema. A linha ofensiva pode ser outra prioridade, já que o time precisa melhorar sua proteção interna de passe.


NFC SUL

Atlanta Falcons

Os Falcons estão próximos de seu teto de gastos, mas eles podem buscar no mercado um running back, como James Conner ou Leonard Fournette. Encontrar reforços para o pass-rush e cornerback também pode estar entre suas prioridades.

Carolina Panthers

Contratar um novo quarterback e reconstruir uma linha ofensiva, que tem apenas um titular sob contrato, é a prioridade - o guard Pat Elflein foi a primeira movimentação nesse sentido. Um tight end é outra necessidade.

New Orleans Saints

O orçamento dos Saints será limitado pelo teto salarial reduzido da liga. O safety Marcus Williams recebeu a franchise tag, e o defensive end Trey Hendrickson foi para os Bengals. Mas o quarterback Jameis Winston era provavelmente a principal prioridade dos Saints após a aposentadoria de Drew Brees, e o time já fechou um acordo para permanecer com o QB.

Tampa Bay Buccaneers

Os Buccaneers têm uma estimativa de US$ 24 milhões em seu teto salarial, e o GM Jason Licht e o técnico Bruce Arians disseram ter como prioridade renovar seus próprios contratos com o time. Chris Godwin recebeu a franchise tag e Antonio Brown ainda está no mercado. Os linebackers Shaq Barrett e Lavonte David estão entre os grandes nomes que já renovaram - assim como uns tais de Tom Brady e Rob Gronkowski.


NFC OESTE

Arizona Cardinals

Os Cardinals fizeram uma grande contratação ao assinar com o All-Pro J.J. Watt para uma linha defensiva sólida que já inclui o pass-rusher Chandler Jones. Existem várias outras posições, como wide receiver, cornerback e tight end, que podem ajudar Arizona a se superar e chegar aos playoffs.

Los Angeles Rams

Os Rams devem encontrar boas soluções livres no mercado. O linebacker Leonard Floyd renovou, o safety John Johnson III foi embora e o cornerback Troy Hill está pronto para testar o mercado. Contratar alguém que possa herdar a posição do quarterback Matthew Stafford - adquirido em uma negociação que se tornará oficial no início do ano da liga - é uma prioridade.

San Francisco 49ers

Os 49ers têm necessidades urgentes na linha secundária e na linha ofensiva, e eles podem estar envolvidos no carrossel de quarterbacks que segue crescendo, se surgir a oportunidade certa. Se o left tackle Trent Williams deixar o time, os Niners podem aproveitar o espaço na folha para buscarem um pass-rusher.

Seattle Seahawks

Com menos de US$ 10 milhões na folha salaria, os Seahawks precisam fazer dinheiro por meio de corte de gastos (Carlos Dunlap?), reestruturações (Bobby Wagner?) e talvez até redução de salários apenas para renovar com alguns de seus jogadores em fim de contrato, e não contratando novos jogadores. Isso sem falar da linha ofensiva, tão criticada por Russell Wilson, e pelos rumores envolvendo o quarterback da franquia, que ainda pode ser negociado.


Quais times podem gastar?

A NFL teve que se adequar à pandemia e reduzir seus gastos para a temporada 2021. O teto salarial da liga vinha crescendo desde 2011, mas terá uma redução pela primeira vez desde então. Será um decréscimo de 8% em relação à última temporada, colocando um limite de US$ 182,5 milhões para a folha de cada franquia. Veja o ‘Top 10’ das equipes que mais podem gastar no mercado e quanto espaço elas têm abaixo do teto salarial!

*Números de 12/03/2021, antes dos primeiros acordos serem fechados

  1. Jaguars: US$ 74,4 milhões

  2. Jets: US$ 70,3 milhões

  3. Colts: US$ 63,7 milhões

  4. Patriots: US$ 56,3 milhões

  5. Bengals: US$ 43,9 milhões

  6. Washington: US$ 38,8 milhões

  7. Broncos: US$ 31,8 milhões

  8. Dolphins: US$ 30,4 milhões

  9. Panthers: US$ 29,8 milhões

  10. Chargers: US$ 25,7 milhões

Browns, 49ers, Texans, Seahawks e Titans também têm mais de US$ 20 milhões em espaço abaixo do teto. Cowboys, Raiders, Ravens e Cardinals têm mais de US$ 10 milhões. Vikings, Steelers e Bills têm menos de US$ 10 milhões. Todos os outros times se encontram acima do teto salarial e precisarão cortar jogadores ou reestruturar contratos para se adequar.