<
>

Da chegada de Brady à vitória no Super Bowl: a histórica temporada dos Buccaneers na NFL

play
Tom Brady é flagrado 'tranquilão' no vestiário após vencer seu 7º Super Bowl: 'Não está nem aí' (0:13)

'Ele já fez isso antes', brincou Sean Murphy-Bunting nas redes sociais (0:13)

A temporada 2020 da NFL chegou ao fim com a vitória do Tampa Bay Buccaneers sobre o Kansas City Chiefs no Super Bowl LV e o sétimo título da carreira de Tom Brady.

E em um ano histórico por tantos motivos, está na hora de relembrar o caminho dos Bucs até a segunda conquista de sua história.

É o resumo da temporada dos campeões da NFL!

Conteúdo patrocinado por Ipiranga, Mitsubishi, Samsung, C6 Bank e Magazine Luiza

O GOAT chega em Tampa

17 de março de 2020. Em uma terça-feira, Tom Brady virou a NFL de ponta cabeça e deixou os Patriots depois de duas décadas.

Brady assinou um contrato de dois anos e US$ 50 milhões para jogar nos Bucs, que não chegavam aos playoffs desde 2007. Era a chance de um novo começo com novas peças... longe do frio de Foxborough e de Bill Belichick.

"Estou preparado para dar todo o comprometimento que tive durante a minha carreira inteira e ajudar este time a ser o melhor que pode ser."


Brady e Gronk reunidos

Um mês depois de assinar com os Bucs, Brady viu seu principal colega dos tempos de Patriots pousar na Flórida.

Rob Gronkowski foi trocado para Tampa por uma escolha de quarta rodada, e uma das maiores duplas da história da NFL estava lado a lado de novo.

A primeira derrota de Brady

Brady estreou com os Bucs em Nova Orleans, e o começo não foi dos melhores.

O camisa 12 sofreu duas interceptações, uma delas retornada para touchdown, na derrota para os Saints de Drew Brees por 34 a 23. E Brady foi criticado publicamente pelo técnico Bruce Arians depois da partida.

"Ele parece Tom Brady nos treinos, então é estranho ver isso acontecer durante o jogo, porque eles (Saints) não fizeram coisas que não estávamos preparados para encarara."


A pane de Brady

Em 9 de outubro, os Bucs perderam para os Bears no primeiro jogo do time no horário nobre da NFL com Brady. E a derrota veio com o primeiro grande meme do camisa 12 em Tampa.

Perdendo por 20 a 19 e com 38 segundos para o fim, Brady errou um passe para o tight end Cameron Brate em uma quarta descida para 6 jardas. Depois da jogada, as câmeras flagraram Brady mostrando quatro dedos, parecendo confuso ao perceber que os Bucs não tinham mais jogadas para fazer. Depois, Brady disse que os quatro dedos eram uma dúvida sobre jardas. não descidas. Mas a imagem ficou eternizada.


A primeira grande vitória

Uma semana depois da derrota para os Bears, Brady viu os Packers de Aaron Rodgers abrirem 10 a 0 no primeiro quarto.

Depois, Brady lançou dois passes para touchdowns - incluindo o primeiro da carreira de Gronk com Tampa -, Ronald Jones correu para mais dois TDs, e os Bucs conseguiram a primeira grande vitória da era Brady na franquia.

Antonio Brown chega

No dia 27 de outubro, apesar de todas as polêmicas envolvendo Antonio Brown, a relação do wide receiver com Brady ajudou a levá-lo para Tampa.

"Muitas pessoas não nasceram com as mesmas vantagens que eu tive quando cresci. Acho que parte do que me alegra vem de ver outras pessoas alcançarem o sucesso e cuidarem de suas famílias. É um aspecto importante do futebol americano para mim."

Brown terminou a temporada regular com 483 jardas e quatro touchdowns. Nos playoffs, foram mais dois TDs, incluindo um no Super Bowl contra os Chiefs.


A pior derrota de Brady

Em novembro, a temporada dos Bucs ainda era de altos e baixos. E o pior dos momentos foi contra os Saints.

Brady sofreu com a pressão da linha defensiva do time de Nova Orleans, não lançou touchdowns e foi interceptado três vezes na derrota marcante por 38 a 3 - a pior de sua carreira.


Brady cai para Mahomes

Antes de vencer Mahomes no Super Bowl, Brady sofreu contra os Chiefs na temporada regular.

Kansas City abriu 17 a 0, Brady tentou liderar a virada, mas Tampa acabou perdendo por 27 a 24. Na derrota, Brady teve 345 jardas, três touchdowns e duas interceptações. Já Mahomes somou surreais 462 jardas e três touchdowns - muito longe do que fez na decisão de domingo.

Acabaram as derrotas

Depois de perderem para os Chiefs na semana 12, os Bucs 'zeraram' a tabela.

Foram vitórias contra Vikings, Falcons, Lions e Falcons, de novo, na reta final da temporada regular - Brady teve 12 touchdowns e só uma interceptação nesta sequência.

Nos playoffs, o time avançou para a rodada de Wild Card e bateu Washington naquela que foi a primeira vitória dos Bucs nos playoffs desde 2002.


Um MVP atrás do outro

Brees, Rodgers e Mahomes.

Se existia alguma dúvida sobre os Bucs, o time de Tampa Bay foi acabando com cada uma delas... semana após semana

Contra Drew Brees, Tom Brady teve 199 jardas e dois touchdowns na 'vingança' pelas derrotas na temporada regular - e praticamente encerrou a carreira do camisa 9 dos Saints.

Uma semana depois, foi a vez de Aaron Rodgers, MVP da temporada regular. Brady terminou o jogo com 280 jardas, três TDs e três interceptações, mas nem mesmo o fraco segundo tempo do QB foi o bastante para tirar os Bucs do Super Bowl.

Na grande decisão, Brady não decepcionou.

Foram dois touchdowns lançados para Rob Gronkowski, que firmaram a dupla como a maior da história dos playoffs e do Super Bowl. A defesa dos Buccaneers amassou Patrick Mahomes, e o segundo título da história de Tampa Bay foi garantido.