<
>

NFL: Em questão de meses, Bruce Arians muda opinião sobre Antonio Brown, novo reforço dos Bucs

O técnico do Tampa Bay Buccaneers, Bruce Arians, disse neste domingo que acredita que o wide receiver Antonio Brown, que atualmente cumpre uma suspensão de oito jogos devido a múltiplas violações da política de conduta pessoal da NFL, "amadureceu".

Arians também disse que a decisão de trazer Brown não veio por iniciativa do quarterback Tom Brady, mas foi feita entre ele e o GM Jason Licht.

O treinador havia dito em março que Brown "não era adequado" para os Bucs. Mas isso foi antes das lesões que assombraram o corpo de recebedores dos Bucs.

"Acho que ele amadureceu e acredito em segundas chances", disse Arians no domingo (25), quando questionado sobre o que o fez mudar de ideia. "Todos querem dizer que o Tom fez isso. Ele não teve nada a ver com isso. Isso foi algo que Jason e eu conversamos [sobre] por algumas semanas, desde as lesões dos nossos jogadores. Se o Antonio fizer o que acho que vai fazer, vai ficar tudo bem”.

Brown foi acusado por duas mulheres no ano passado de assédio sexual, incluindo uma que disse que Brown lhe enviou mensagens de texto ameaçadoras.

Em um processo aberto em setembro de 2019, uma ex-treinadora de Brown disse que ele a agrediu sexualmente em três ocasiões distintas em 2017 e 2018. Uma artista então disse à Sports Illustrated que quando ela estava pintando um retrato na casa de Brown em 2017, ela se virou e viu Brown "nu, segurando uma pequena toalha nas mãos sobre os órgãos genitais", que encerrou abruptamente a sessão.

A NFL também investigou Brown por um suposto problema doméstico em janeiro de 2019, no qual o Departamento de Polícia de Hollywood (Flórida) foi acionado, mas não fez uma prisão. Então, em abril de 2020, Brown foi acusado de atacar um motorista de caminhão de entrega depois que o motorista tentou entregar itens na casa de Brown em janeiro. Brown não contestou as acusações no incidente.

Segundas chances têm sido um princípio básico de Arians. Mas a defesa das mulheres também. Arians foi homenageado com o Equality Award apresentado pela Women's Sports Foundation duas semanas atrás por seu trabalho para promover mulheres na NFL, depois que ele contratou duas treinadoras em Tampa Bay e trouxe uma estagiária do Arizona Cardinals. Mas Arians também manteve um relacionamento próximo com Ben Roethlisberger depois que ele foi duas vezes acusado de agressão sexual, cumprindo uma suspensão de quatro jogos por violar a política de conduta da liga.

Questionado sobre o que ele diria às torcedoras sobre a contratação de Brown, Arians disse: "Acho que temos que deixar o sistema judiciário fazer o seu trabalho. Eu já vi muitos jogadores que foram acusados de coisa que não eram culpados, outros eram. Então eu deixo o sistema judicial cuidar disso. Se for descoberto que é verdade, ele não estará conosco”.

A polícia da área de Pittsburgh investigou uma das alegações da treinadora de Brown que aconteceram em sua jurisdição, mas as autoridades não processaram o ex-jogador do New England Patriots. Brown está processando a treinadora por difamação e interferência em seus contratos e patrocínios da NFL.