<
>

NFL: Mahomes vai ganhar até R$ 2,7 bilhões em novo contrato histórico com o Kansas City Chiefs

play
Repórter da ESPN solta palavrão no ar e tem reação impagável ao ficar sabendo de novo contrato de Mahomes (0:18)

Mina Kimes leu ao vivo o acordo entre o quarterback e o Kansas City Chiefs (0:18)

Patrick Mahomes fechou o acordo mais lucrativo da história dos esportes americanos, ao renovar com o Kansas City Chiefs até a temporada 2031 e por cifras nunca antes vistas no país - e nem na NFL.

Pelo contrato, o quarterback terá a possibilidade de embolsar até US$ 503 milhões, o equivalente a R$ 2,7 bilhões na cotação monetária desta segunda-feira.

Deste valor, US$ 477 milhões (R$ 2,55 bilhões) estão garantidos em contrato. Mahomes será o jogador mais bem pago da história dos Estados Unidos, superando Mike Trout, que assinou com o Los Angeles Angels, da MLB, por US$ 426,5 milhões (R$ 2,283 bilhões).

Esta não é a maior extensão de contrato da história da NFL, que já viu Donovan McNabb assinar por 12 temporadas com o Philadelphia Eagles. Outros, como Brett Favre, Michael Vick and Drew Bledsoe, também já haviam firmado acordo por uma década.

No entanto, o acordo de Mahomes com o Chiefs é emblemático, por se tratar de um jogador de 24 anos, que acaba de ser campeão do Super Bowl e vive o auge físico.

O quarterback liderou a campanha da virada sobre o San Francisco 49ers por 31 a 20 no SB LIV em Miami com 286 jardas lançadas e três touchdowns (dois passando, um corrido), o que lhe garantiu o prêmio de jogador mais valioso da final.

Ele se tornou, assim, o primeiro QB da história da NFL a ganhar MVP de temporada (2018) e o Super Bowl antes dos 25 anos.

O camisa 15 conseguiu incríveis 50 passes para TDs e 5.907 jardas há dois anos, em sua primeira temporada como titular, assumindo o lugar de Alex Smith. Naquela ocasião, porém, os Chiefs perderam a final de conferência para o New England Patriots.