<
>

Draft da NFL tem vaias virtuais, ostentação em iate de R$ 1,3 bi e 'alívio' de Paulo Antunes com os Dolphins

play
NFL: Jogador selecionado por time de Brady já saiu de piscina com pulo sobrenatural e nunca visto antes (0:22)

Tristan Wirfs foi a 13ª escolha do Draft da NFL nesta quinta-feira - Instagram @tristan_wirfs74 (0:22)

Pela primeira vez na história, o Draft da NFL foi realizado de forma virtual, com o comissário Roger Goodell em sua casa, assim como os jogadores, acompanhados por poucos familiares em suas residências.

No lugar de abraços no comissário, os jogadores foram confortados apenas pelas suas famílias. Mas mesmo assim a sessão de recrutamento da primeira rodada nos proporcionou bons momentos.

Vamos ver alguns abaixo:

Vaias virtuais

É comum no início de cada Draft, os fãs presentes no local "saudarem" o comissário Roger Goodell com vaias.

Engana-se quem pensa que só porque ele estava em casa elas não vieram.

Em um momento cômico, o próprio Goodell abriu espaço para as vaias, mostradas virtualmente pelos fãs ao redor dos Estados Unidos em sua tela de televisão.

Gafe de Goodell

Tua Tagovailoa é uma das maiores promessas da NFL e era quase certeza que ele seria um dos cinco primeiros escolhidos. Roger Goodell teve meses para se preparar na pronúncia do sobrenome do quarterback, selecionado pelo Miami Dolphins.

Mas não foi suficiente. Goodell proporcionou um verdadeiro trava-língua na hora de falar o nome do QB.

Alívio de Paulo Antunes

Com nome certo ou não, Paulo Antunes sentiu um certo alívio ao ver Tua Tagovailoa sendo chamado pelo Miami Dolphins.

Aglomerações?

Como os jogadores estavam em casa com suas famílias, todos acabaram ficando perto dos parentes queridos. No entanto, Tagovailoa talvez tenha exagerado com algumas pessoas a mais, o que teoricamente não é o recomendável em tempos de coronavírus.

Faltou 'atitude'?

Em drafts é sempre comum ver times fazendo trocas até inesperadas para subir na ordem na primeira rodada. Porém, essa expectativa demorou para aparecer na edição de 2020.

Somente na 13ª escolha, com o San Francisco 49ers trocando de lugar com o Tampa Bay Buccaneers, que tivemos uma negociação na noite do Draft.

Foi a segunda maior "espera" da história para uma troca de primeira rodada do Draft, atrás apenas de 2015.

Distanciamento social

Bill Belichick mostrou estar seguindo bem as ordens de distanciamento social. O técnico do New England Patriots foi filmado em sua residência no aguardo da escolha dos Patriots sem qualquer pessoa por perto.

Uma segunda chance

O Draft de 2020 estava marcado para acontecer em Las Vegas. Como a pandemia do coronavírua não permitiu, o comissário Roger Goodell anunciou durante a transmissão oficial que o evento em 2021 será no novo estádio dos Raiders, em Las Vegas.

Ostentação

Em tempos de quarentena, Jerry Jones, o dono bilionário do Dallas Cowbys, usou o seu iate de US$ 250 milhões, cerca de R$ 1,3 bilhão, para acompanhar o Draft à distância.

Substituto de Aaron Rodgers?

Assim como fez com Aaron Rodgers em 2005, o selecionando na primeira rodada enquanto Brett Favre ainda tinha alguns anos na liga, o Green Bay Packers draftou Jordan Love, QB de Utah State que agora deve ser apontado como o futuro da franquia.