<
>

Brady escreve despedida emocionante aos Patriots e avisa: 'Quero fazer o que nunca foi feito no meu esporte'

play
Tom Brady envia mensagem para seus novos companheiros de time; ouça suas expectativas nos Buccaneers (1:22)

Quarterback deixou o New England Patriots após 20 anos na equipe (1:22)

Tom Brady escreveu nesta segunda-feira a sua carta de despedida ao New England Patriots – e ao mesmo tempo de chegada ao Tampa Bay Buccaneers. O quarterback usou a plataforma Players Tribune, escrita apenas por jogadores, para deixar seu carinho aos torcedores de Boston e deixar o aviso para todos: está indo para a Flórida para fazer (ainda mais) história na NFL.

A carta tem o título “The Only Way Is Through” (O único caminho é atravessar”).

Durante o texto, Brady narra toda a sua passagem por New England e deixa bem claro o carinho pelos Patriots, pela cidade e, principalmente, pelas pessoas. Começando, claro, pelo draft em que ele quase não foi escolhido.

“Há 20 anos, eu era uma escolha de sexta rodada vinda da Universidade de Michigan que nem tinha certeza que seria escolhida. Quando a ligação finalmente veio, eu empacotei todas as minhas coisas e me mudei para o outro lado do país. Eu não sabia por quanto tempo jogaria pelo New England Patriots ou até se teria a oportunidade de jogar por eles (eu era a quarta opção como QB no meu primeiro ano). Eu não tinha ideia que passaria 20 anos em New England e começaria uma família por lá”, escreveu Brady.

O jogador, aliás, conta boas histórias do draft.

“Quando os Patriots me draftaram em 2000, eu tinha 22 anos de idade. Eu me lembro de estar sentado na casa dos meus pais, em San Mateo, na Califórnia, ficando cada vez menos confiante que o telefone tocaria. Mas ele tocou mais tarde. Aliás, na sexta rodada não é como se o Bill Belichick estivesse do outro lado da linha. Eu acho que foi o assistente, Berj, (que me ligou)”, contou.

“Em meio à minha alegria, também havia confusão. Tirando os quatro anos de universidade em Michigan, em havia passado toda a minha vida em San Mateo. Eu honestamente não tinha uma ideia clara de onde era New England. Seria New England um lugar?”, completou.

Brady ainda descreve como foi se adaptando à cidade e formando a sua família. Em meio aos agradecimentos aos Patriots, a Robert Kraft e sua família e aos companheiros e ex-compaheiros, ele se derrete mesmo ao falar dos torcedores e de como se tornou um ídolo, como um dia Joe Montana foi para ele.

“Eu vou, principalmente, sentir saudade dos fãs. (...) Recentemente, um amigo me contou que sua irmã estava grávida do primeiro filho, um menino, e ela planejava chamá-lo de Brady. (...) Não há um legado melhor que eu possa imaginar. Em cima da minha mesa do escritório, há uma foto de Joe Montana, meu herói quando criança. Crianças sempre terão espaços para heróis e poucas coisas poderiam me deixar mais honrado que ouvir que cumpri esse papel para alguns garotos e garotas”, diz.

Mas em meio à dificuldade de deixar a cidade, Tom Brady fala também sobre a felicidade e a motivação de ir para uma nova equipe. E deixa claro que está pensando muito grande com a camisa do Tamp Bay Buccaneers.

“As pessoas as vezes me perguntam o que ainda me motiva. E a resposta é simples: eu amo meu esporte. Eu amo o que faço e quero fazer até que um dia eu não queira mais (...). Quando você joga duas décadas em um mesmo lugar, a mudança te deixa animado (...). Estou levando todas as coisas que aprendi como atleta para um novo capítulo”, diz.

play
1:54

Tom Brady ainda é competitivo? Comentarista da ESPN analisa decisão de técnico e é enfático: 'Ele é Tom Brady!'

Lenda da NFL assinou com o Tampa Bay Buccaneers

“Eu não vou jogar futebol por mais 10 anos. Nesse ponto da minha carreira, eu só preciso provar coisas a mim mesmo. Fisicamente, sou capaz de fazer meu trabalho como sempre fui. Agora que quero ver o que mais eu posso fazer. Eu quero ver o quão grande eu posso ser”, continua.

“Eu estou anima. Mais do que isso: estou motivado (...). Eu estou tentando fazer coisas que nunca foram feitas no meu esporte. E isso é divertido para mim também porque eu sei que eu posso (...). Eu quero mostrar para todo mundo o que eu tenho”, finaliza.