<
>

Brady, Brees, Mahomes? Qual QB você colocaria em campo num jogo decisivo?

A pergunta é simples e inicia um debate oportuno: se você pudesse escolher qualquer quarterback da NFL atual para ganhar um jogo, quem seria?

A liga está em ótimas mãos. Estrelas experientes ainda brilham forte, jovens astros estão conquistando seus lugares e pelo menos uma dúzia de quarterbacks pode ser bom o suficiente para iniciar uma campanha de Super Bowl.

Ainda assim, alguns consideram a pergunta retórica. "Sério?", um diretor da NFL respondeu. "Quero o GOAT".

Pedimos a 25 avaliadores - principalmente treinadores, olheiros e executivos da liga - para fazer suas escolhas. Não se preocupe com esquemas, proteções, clima... Basta escolher seu preferido. Alerta de spoiler: há claramente um vencedor e uma indicação de futuro.


Cadê o Aaron Rodgers?

Esta foi uma surpresa. Ele foi mencionado muitas vezes como segunda opção, com muito "Bem, claro que tem o Rodgers, mas...". Muitos eleitores concordaram que ele e Mahomes estão em sua própria estratosfera quando o assunto é talento, com capacidade de fazer o passe com precisão a partir de qualquer ângulo do braço ou contorção corporal. Mas, como disse um olheiro, Mahomes vence o desempate porque é o modelo mais novo.

O imenso talento de Rodgers substitui qualquer argumento sobre ele ser difícil de lidar no vestiário, disse um executivo.

"Ele não teve ajuda suficiente ao seu redor", disse o executivo. "Algumas das derrotas nos últimos anos provavelmente prejudicam seu ranking, mas isso não é tudo sobre ele."

Uma coisa que não pode ser tirada de Rodgers: seu jogo letal contra a blitz. Desde 2012, ele tem 40 touchdowns e 9 interceptações quando as equipes o pressionam, o melhor números entre os QBs da lista.


Receberam votos: Russell Wilson (2), Ben Roethlisberger e Drew Brees (1)

Ver Russell Wilson acabar com o Los Angeles Rams na noite de quinta-feira foi outro lembrete do motivo pelo qual ele merece votos. Ele tem 25 campanhas vencedoras em 117 partidas, o que significa que está realizando esse tipo de heroísmo pelo menos três vezes a cada temporada regular, em média. Seus números no quarto período são fenomenais, com 72 passes de touchdown, 16 interceptações e 8,3 jardas por tentativa de passe, melhores que Brady, Mahomes, Rodgers e Ben Roethlisberger. "Ele apenas tem o fator 'x' em momentos cruciais", disse um executivo da NFC.

Um olheiro da AFC aponta para Big Ben, com o convincente argumento sobre as diferenças que ele cria no final dos jogos. "Difícil de defender devido à experiência, força e mobilidade", afirmou. "Se você pressioná-lo, ele pode se livrar de um defensor e prolongar a jogada com números. Se você recuar, ele é paciente o suficiente para achar o jogador. Em uma situação de um jogo, ele pode ir muito além do que está desenhado para aquela jogada". Roethlisberger possui 42 viradas de último quarto, atrás de Brady e Brees entre os quarterbacks atuais, e ele liderou a liga em 2018, sua 15ª temporada consecutiva sem uma temporada perdedora.

Embora Brees lidere todos os jogadores da NFL em jardas passadas, touchdowns no quarto período e vitórias desde 2000, ele pode ser culpado por associação. Há dois grandes QBs florescendo aos 40 anos de idade ou mais, e só um deles é valorizado. Mas com Brees, um técnico da NFC apontou, não há nada que ele não possa fazer bem, e a consistência em situações de final de jogo fortalece qualquer plano de jogo. "Inteligente e o melhor competidor, disse um treinador da NFC.


O 2º colocado: Patrick Mahomes, 7 votos

Volte para dezembro, e Mahomes pode ter mais votos. Sua relativa inexperiência - 22 jogos como titular na carreira - é a única coisa que o impede. Um avaliador de elenco comparou o fator "uau" de Mahomes à chegada de Dan Marino em 1983. "Ele está fazendo coisas que nunca vimos antes em um estágio tão inicial de sua carreira", disse um avaliador de elenco. "O jogo parece tão fácil para ele."

Quando se trata de grandes momentos, Mahomes adora pressão - literalmente. Ele lidera todos os quarterbacks atuais no QBR quando pressionado no pocket (70,9), com média de 6,75 jardas por tentativa, 13 touchdowns e 7 interceptações. Atualmente, ele está em busca de 5.859 jardas em 2019.

Um olheiro da AFC disse que não se lembra de equipes que queriam Mahomes antes do Draft de 2017 e "agora ele está tomando conta da nossa liga". "Pelo que ouvi, o cara é feito de todas as coisas certas", disse um técnico da NFC. "Eu também acho que ele é o cara mais talentoso da liga, pode fazer algumas coisas ridículas jogando a bola, e ele se move muito bem."

O que machuca Mahomes no seu caso contra Brady: a final da AFC em 2018. O maior jogo dele em sua curta carreira foi, sem dúvida, o pior, completando 16 de 31 passes em 295 jardas e 3 touchdowns, já que os Chiefs ficaram sem marcar nos primeiros 30 minutos de jogo. Ele ainda não brilhou no maior palco, dizem seus haters. Em breve, ele terá feito, segundo seus fãs.


O vencedor: Tom Brady, 14 votos

O caso crescente de Brady como o melhor de todos os tempos já lhe renderia muitos votos, mas talvez seu ano de nascimento em 1977 influencie os resultados. Sem chance. As ferramentas físicas compreendem uma pequena fração da grandeza de Brady, dizem os eleitores.

Isso é sobre engenharia. E em um cenário de grande jogo, eles vão pensar em sempre querer Brady. "Há um nível de confiança que ele dá a todos ao seu redor nesses momentos", disse um olheiro da NFC. "Não tenho certeza de que algum dos jovens esteja nesse nível ainda". Outro executivo da AFC: "Cérebro, arrogância e oponentes sabem que ele vai ganhar".

E ele vence em 77,9% do tempo, facilmente a melhor marca da história da liga entre quarterbacks titulares.

Brady não domina todas as estatísticas que quantificam o jogo, no entanto. Drew Brees e Peyton Manning lideram Brady em campanhas vitoriosas (44) e passes de touchdown no quarto período (123), embora ele tenha entrado em muitos quartos com uma vantagem considerável, com suas 211 vitórias na carreira. Seu QBR no último quarto é de 70,9 desde 2006 e ocupa um modesto 10º lugar.

Mas um técnico defensivo que o enfrentou em dois Super Bowls disse que nenhum jogador desafia mais os ajustes no jogo. Ele é o melhor em combater diferentes coberturas e aproveitar as fraquezas do adversário. Isso aparece na pós-temporada, quando Brady tem 13 campanhas para vencer a partida em 40 jogos. O próximo quarterback ativo mais próximo é Eli Manning, com cinco, seguido por Russell Wilson e Ben Roethlisberger, com quatro cada. Nenhum outro quarterback está perto do recorde de 30-10 na pós-temporada.

O jogo de Brady nos últimos 10 meses não foi perfeito, o que ajuda um pouco o caso de Mahomes. Ele está saindo de um desempenho médio no Super Bowl (para seus padrões), completando 21 de 35 passes para 262 jardas e uma interceptação. Nesta temporada, ele está tendo o pior QBR da carreira, com 63, amarrando seu desempenho em 2013.

Os eleitores em geral não se importam com os números, por que, como observou um deles, sua mente prega peças nos oponentes. "Ele dá medo", disse. "As equipes sabem que ele encontrará uma maneira de vencê-las, mesmo quando não está nos seus melhores dias.