<
>

Lamar Jackson, dos Ravens, faz jogo 'perfeito' e assombra a NFL logo na 1ª rodada de 2019

A NFL tem várias estatísticas próprias. Algumas delas são complexas e dificilmente alcançadas, entre elas, o chamado passer rating, que dá uma nota entre zero e 158.3 para jogadores que tentaram passes durante uma partida.

O rating é calculado de acordo com o número de lançamentos tentados e completados por um quarterback, as jardas, touchdowns e interceptações. E na Semana 1 da temporada 2019, Lamar Jackson, QB de 22 anos do Baltimore Ravens, se tornou o mais jovem a entrar para a lista de atuações 'perfeitas' que conta com apenas 61 nomes.

A atuação de Jackson no massacre sobre o Miami Dolphins - por 59 a 10 - tem significado ainda maior para ele. Em sua 2ª temporada como profissional, o camisa 8 foi questionado por priorizar o jogo terrestre e por, na teoria, não ser dos mais habilidosos passando a bola.

A resposta do quarterback veio dentro e fora de campo. Foram cinco touchdowns, 324 jardas e apenas três passes errados em 20 lançados contra os Dolphins - para se ter uma ideia, em toda a temporada 2018, ele conseguiu apenas seis touchdowns em 170 passes tentados.

"Nada mal para um running back", ironizou, durante a entrevista coletiva. "Nossa linha ofensiva fez um grande trabalho, quase não sofri pressão (da defesa). Os recebedores fizeram um grande trabalho ficando livres, agarrando os passes e marcando touchdowns, é isso que importa e foi o que fizemos hoje."


Depois de 'jogo perfeito' e cinco passes para touchdown, Lamar Jackson ironiza críticos: 'Nada mal para um running back'


Titular em oito partidas na temporada passada, Jackson só havia superado as 200 jardas aéreas uma vez - 204 contra o Los Angeles Chargers, na Semana 16.

No jogo de domingo em Miami, o vencedor do Troféu Heisman de 2016 - entregue para o melhor jogador do futebol americano universitário - e 32ª escolha do Draft de 2018 se tornou o mais jovem a ter um rating perfeito: 22 anos e 244 dias, deixando Jared Goff, do Los Angeles Rams, para trás.

Ele também é o primeiro jogador da história dos Ravens a alcançar este feito, e o primeiro da história da liga a fazê-lo na rodada de abertura de uma temporada - Dak Prescott, do Dallas Cowboys, se juntou a ele horas depois, ao comandar seu time contra o New York Giants.

O passer rating

Para um jogador ter sua atuação avaliada pela estatística como 'perfeita', ele deve tentar ao menos 10 passes, não lançar interceptações, acertar pelo menos 77,5% de suas tentativas e converter 11,88% de seus lançamentos para touchdowns - além de alcançar pelo menos 12.5 jardas por passe.

Lamar Jackson, contra os Dolphins, acertou 17 de 20 passes (85%), não foi interceptado, teve cinco touchdowns (25% do total de tentativas) e 16.2 jardas por lançamento.

O rating foi desenvolvido em 1971, e o sistema atual começou a ser usado em 1973. Com ele, a NFL 'voltou no tempo' para analisar dados coletados desde 1960.

Só sete quarterbacks aparecem mais de uma vez na lista de jogos 'perfeitos': Ben Roethlisberger e Peyton Manning com quatro; Kurt Warner com três; Craig Morton, Dave Krieg, Ken O'Brien e Tom Brady com dois.