<
>

As lesões bizarras da NFL: crioterapia, machadada, fondue fumegante e sacola de fast food

A notícia foi confirmada na quarta-feira pela ESPN: o misterioso ferimento no pé de Antonio Brown, wide receiver do Oakland Raiders, foi resultado de extremo congelamento causado por uma máquina de crioterapia.

A prática consiste na imersão do corpo em um enorme recipiente gelado, que pode atingir até -100°C. O tempo de exposição varia. O objetivo é aliviar a dor e reduzir inflamações. O nome, crioterapia, vem do grego, já que “krýios” significa “gelo”.

De acordo com uma fonte, Brown não estava usando calçados apropriados quando entrou na câmara de crioterapia no mês passado, na França, e queimou seus pés, de acordo com uma fonte ouvida pela ESPN. Ele postou uma foto no Instagram na semana passada que mostrava as solas dos pés machucadas.

Por causa da lesão, os Raiders ainda não sabem quando poderão contar com o wide receiver, de 31 anos. Para completar, ele ainda deu uma sumida da franquia. e disse que não vai mais jogar futebol americano por causa do capacete. Sete vezes escolhido para o Pro Bowl, o Jogo das Estrelas da NFL, ele foi contratado na intertemporada, em março deste ano, em uma das grandes negociações da liga.

Veja, abaixo, outras cinco lesões bizarras de jogadores da NFL, que você acompanha com exclusividade nos canais ESPN e no WatchESPN.

Darren McFadden: fraturou o cotovelo depois de escorregar e cair no concreto perto de uma piscina em junho de 2016.

Brandon Marshall: sofreu cortes graves no braço direito depois de escorregar em uma sacola do McDonald's enquanto passeava com seu irmão em maio de 2008.

Derrick Mason: fraturou a mão direita ao dar uma tacada durante um torneio beneficente de golfe em maio de 2003.

Chris Hanson / Jaret Holmes: O punter e o kicker dos Jaguars sofreram graves queimaduras depois que uma panela de fondue escorregou e caiu sobre eles em junho de 2002.

Chris Hanson (de novo!): O punter dos Jaguars perdeu o controle de um machado, que resultou em um corte em sua perna direita em outubro de 2003; o ferimento foi tão profundo que exigiu uma cirurgia de emergência e fez com que ele perdesse o restante da temporada.