<
>

NFL: Dono dos Patriots solicitou serviços de prostituição no dia de final da AFC, diz polícia

As autoridades norte-americanas concluíram que o dono do New England Patriots, Robert Kraft, visitou uma casa de massagem para atos sexuais na manhã da final da Conferência Americana da NFL, contra o Kansas City Chiefs, para onde ele foi no fim do dia.

De acordo com documentos divulgados pela promotoria de Palm Beach State na segunda-feira, foi a segunda visita de Kraft ao local em menos de 24 horas.

Os documentos dizem que Kraft chegou ao local, Orchids of Asia Day Spa, às 11h no dia 20 de janeiro. Ele foi filmado recebendo sexo oral e manual de uma mulher no spa em Júpiter, na Flórida. As autoridades disseram que ele deu a ela uma nota de US$ 100 e outra nota antes de sair, às 11h15.

O jogo contra os Chiefs começou às 18h40 no horário da costa leste dos EUA. E Kraft estava lá.

Kraft, de 77 anos, também foi visto solicitando prostituição no dia 19 de janeiro e foi acusado de dois crimes.

Ele irá ser julgado no dia 24 de abril, tendo um mandado de prisão de baixo risco.

Caso seja considerado culpado, o dono do atual campeão do Super Bowl poderá ir para a prisão por um ano, além de uma multa de US$ 5 mil e 100 horas de serviço comunitário.