<
>

NFL Draft: McVay fica de queixo caído, gargalha e arranca risadas ao ver escolha dos Patriots na 1ª rodada

McVay, técnico dos Rams, se surpreendeu com a escolha dos Patriots na primeira rodada do Draft da NFL


O New England Patriots deixou muitos queixos caídos ao selecionar o guard de Chattanooga Mocs, Cole Strange, com a 29ª escolha na primeira rodada do Draft 2022 da NFL, com o treinador principal do Los Angeles Rams, Sean McVay, estando entre essas pessoas.

McVay e o Gerente Geral do Los Angeles Rams, Les Snead, estavam no meio de uma entrevista coletiva nesta quinta-feira (28) quando a escolha dos Patriots foi feita - e tirou completamente o foco de McVay.

O treinador campeão do Super Bowl ficou de boca aberta e disse: “Uau! Cole Strange foi escolhido! Quem diria? E nós perdemos tempo assistindo ele pensando que ele poderia estar disponível na 104ª escolha.”

McVay deu uma boa gargalhada.

A primeira escolha dos Rams no Draft em 2022 acontece na terceira rodada - número 104. (O momento acontece a partir dos 5:16.)

Os Rams tinham feito uma análise sobre Strange, com Snead dizendo: "Quando ele dá um primeiro passo, é o primeiro passo mais rápido que um offensive lineman pode dar”.

Mas o analista Sênior de Draft da ESPN, Mel KIpper Jr., avaliou a escolha de Strange como uma “grande aposta”, apontando que Strange estava em 69º em sua lista. Outro analista de Draft da ESPN, Todd McShay, tinha Strange em 77º em sua lista de prospectos e achou o “valor investido” algo surpreendente.

O treinador dos Patriots, Bill Belichick, tinha uma visão diferente, dizendo que os Patriots estavam considerando Strange na escolha 21 antes de fazer a troca para baixo e pegar ele em 29º.

“Ele não ficaria livre por muito mais tempo”, disse Belichick.

Com 1,93 m e 137 quilos, Strange é projetado para ser um titular como left guard, onde os Patriots tem um vazio gritante.

“Ele é alto, atlético, fisicamente muito forte e é um jogador agressivo”, disse Belichick. “Eu acredito que ele tem boas combinações de habilidades, corrida e passe, movimentação… e ele é um jogador inteligente que toma muitas decisões boas no timing do interior da linha, quando sair, e fazer sequência de bloqueios, coisas assim.”

De sua parte, Strange não está se incomodando com os que não pensavam que ele valeria uma escolha de primeira rodada.

“Não importa onde eu fui draftado, eu iria lidar da mesma forma, com a mesma vontade”, disse Strange.