<
>

NBA: LeBron James conta o que disse a Westbrook após derrota dos 'novos Lakers' na estreia

play
Knicks, Warriors e Lakers no 'clube dos R$ 30 bilhões' e as 10 franquias mais valiosas da NBA (1:06)

Lista das franquias que têm maior valor | Assista à NBA também pela ESPN no Star+ (1:06)

"Não seja tão duro consigo mesmo": LeBron e Anthony Davis tentaram motivar o companheiro após o desempenho ruim na estreia pelos Lakers diante do Golden State Warriors


LeBron James, Anthony Davis e Russell Westbrook não passaram no primeiro teste do trio, na derrota por 121 a 114 para o Golden State Warriors na noite abertura da temporada, mas encontraram algo em comum.

Agora, todos os três perderam suas estreias pelo Los Angeles Lakers: James contra o Portland Trail Blazers em 2018, Davis contra o Los Angeles Clippers em 2019 e Westbrook contra os Warriors na última terça-feira.

Enquanto LeBron (34 pontos, 11 rebotes, 5 assistências) e Davis (33 pontos, 11 rebotes, 2 tocos) foram melhores que Westbrook, que teve o pior +/- do time com -23 em 35 minutos e terminou com 8 pontos, acertando 4 de 13 arremessos, e 4 perdas de bola, o maior impacto da dupla pode ter vindo no vestiário, motivando seu novo companheiro.

"Eu disse a Russ [Westbrook] para ir para casa e assistir a uma comédia", disse James. "Faça algo que possa colocar um sorriso no seu rosto. Ele é duro demais consigo mesmo. Eu disse a ele, 'não seja tão duro consigo mesmo. Foi um jogo'".

O fã de esporte acompanha o Los Angeles Lakers na NBA com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

Foi semelhante a uma fala motivadora que James deu a Davis quando o primeiro jogo da dupla em Los Angeles não saiu como eles queriam.

"Na minha estreia, eu sentei ao lado de LeBron, ele me olhou e disse 'você vai se dar bem, esse é o primeiro jogo'", recordou Davis. "Ele estava rindo, brincando no telefone. E eu pensei, 'por que então eu estou chateado?' E eu meio que segui o fluxo. É a mesma coisa com Russ, e eu lhe disse a mesma coisa. 'Eu fui do mesmo jeito que você'. Dissemos algumas coisas para ele, ele sorriu e tal, então eu espero que ele vá melhor no jogo na sexta-feira".

Se Westbrook abriu um sorriso no vestiário, ele já havia ido embora quando ele chegou à sala de mídia para sua entrevista pós-jogo.

"Nos falamos" foi tudo que Westbrook disse sobre a conversa com Davis e James.

Sua coletiva inteira durou menos que três minutos, já que ele deu as respostas mais breves possíveis.

LeBron James, que várias vezes já disse que a experiência é a melhor professora, estava esperançoso que Westbrook iria ficar com alguma perspectiva de provação.

"Eu só não quero que ele seja tão duro consigo mesmo", disse James. "É isso que eu espero passar para ele, não seja tão duro consigo mesmo. Vá para casa e você verá três crianças que podem estar dormindo, mas vão colocar um sorriso no seu rosto. Ele tem uma bela esposa e família. Então, no fim do dia, você vai para casa e pensa, 'OK, não foi tão ruim assim. Realmente não é tão ruim'.

O técnico dos Lakers, Frank Vogel, reconheceu a situação complicada em que Westbrook está.

"Para ele, acima de todos, será um período de ajustes", disse Vogel. "Ele está entrando na nossa cultura, no nosso sistema. Ele é o cara novo e ele precisa encontrar seu caminho. É difícil, quando você está acostumado a ser o cara que fica com a bola na maioria das noites, jogar com os outros como LeBron e AD. Então vai ser só um pouco diferente para ele. Ele vai ser ótimo para nós, mas vai ser um período de ajustes".

play
1:06

Knicks, Warriors e Lakers no 'clube dos R$ 30 bilhões' e as 10 franquias mais valiosas da NBA

Lista das franquias que têm maior valor | Assista à NBA também pela ESPN no Star+

Enquanto Westbrook tenta crescer no time, James está o incentivando a ser o jogador que ele era antes de ir para Los Angeles: superconfiante, nove vezes escolhido entre os All-Star, campeão olímpico e ex-MVP.

"É um desaifio entrar num sistema novo e tentar encaixar, assim como trazer o que você tem a oferecer e encaixar em alto nível", disse James. "E se têm três caras nesse time que não devem se preocupar em não encaixar, somos provavelmente eu, AD e Russ. Obviamente vamos fazer o necessário para ajudar o time vencer, mas entre nós três, precisamos nos encaixar também".

Tanto James quanto Davies culparam o "nervosismo de estreia" de Westbrook, com Davies tendo o mesmo que Westbrook jogando num palco maior do que ele estava acostumado. "Quando você vem aqui, as luzes brilham mais", disse Davies – e James sabe como é voltar para jogar em casa.

"Provavelmente muita coisa estava passando pela cabeça dele, sendo uma criança de Los Angeles e crescer vendo os Lakers, e aí depois de tantos anos na estrada você está vestindo o uniforme dos Lakers e entrando no Staples Center", disse LeBron.

Westbook, ainda pensando no resultado enquanto falava com os repórteres, assumiu a responsabilidade pela tarefa que ele e seu time têm pela frente enquanto tentam se unir para atingir o objetivo de conquistarem o título.

"Eu só tenho que descobrir", disse ele. "É só isso".