<
>

LeBron e Carmelo na NBA: como dois rivais se tornaram amigos e companheiros de equipe nos Lakers

play
NBA: LeBron James dribla companheiros e dá enterradas incríveis em treino dos Lakers; VEJA (0:22)

Via @kingjames I Próximo compromisso da equipe será nesta sexta-feira (08) diante do Warriors (0:22)

Adversários desde os tempos de escola, LeBron e Carmelo jogarão, nos Lakers, juntos pela primeira vez depois de 18 anos na NBA.


A primeira página da seção de esportes do Cleveland Plain Dealer em 5 de novembro de 2003 foi elaborada com um tema de poster de boxe antigo. No mesmo estilo em que "Ali vs. Frazier" teria estampado uma página com uma faixa onde se lia "Duelo de Titãs", ele mostrava poses teatrais de Carmelo Anthony e LeBron James.

A frase dizia: "Rivalry Begins Tonight!" (A Rivalidade Começa Hoje à Noite!)

A temporada completa da NBA com o caminho até os playoffs está na tela dos canais Disney e pela ESPN no Star+. Confira aqui como assinar para assistir ao melhor do basquete.

No primeiro jogo de James em casa pelo Cleveland Cavaliers naquela noite, a primeira fileira parecia uma grande luta de pesos pesados como Phil Knight, fundador da Nike, Jay-Z e Ken Griffey Jr. sentados lado a lado.

Depois de todos esses anos, James e Anthony são companheiros de equipe no Los Angeles Lakers. Até pode parecer inevitável por causa da boa relação entre os dois. Mas esse não é o caso.

James e Anthony nunca foram destinados a serem companheiros de equipe. Como aquele cartaz de boxe falso anunciava, eles estavam destinados a ser rivais. Rivais e amigos, talvez - havia até comparações com Larry Bird e Magic Johnson no início do século - mas a ideia de eles se unirem por quase duas décadas não passou de uma fantasia.

"Nos conhecemos desde os 15 anos", disse Anthony. "Estamos competindo um contra o outro desde os 15 anos".

play
0:22

NBA: LeBron James dribla companheiros e dá enterradas incríveis em treino dos Lakers; VEJA

Via @kingjames I Próximo compromisso da equipe será nesta sexta-feira (08) diante do Warriors

Eles passaram tempo juntos e conheceram as namoradas um do outro, que se tornaram esposas. Eles se tornaram pais e viram seus filhos crescerem. Eles trabalharam para a mesma marca de tênis, uma subcultura da NBA que tem sua própria personalidade e interesses distintos, com a Nike. Mas foi sempre uma grande disputa.

Eles jogavam na mesma posição, alas, quando o posicionamento era realmente importante na NBA. Eles lutaram e queriam muito os mesmos objetivos. James foi a escolha número 1 em 2003, mas Anthony não tão discretamente achou que deveria ter sido ele após sua temporada impressionante no título de Syracuse. Até hoje ele não acredita que tenha ficado em segundo lugar.

Anthony e os Nuggets venceram os Cavs naquela noite em 2003 - e Anthony superou James, que teve um de seus oito jogos de apenas um dígito na temporada regular, marcando apenas sete pontos em 3 arremessos feitos de 11 tentativas.

Quando Anthony atingiu uma média de mais pontos (21,0) e rebotes (6,1) que James em suas temporadas como novatos e levou seu time aos playoffs, Anthony acreditava que tinha motivos mais fortes para ser o Rookie of the Year. James venceu a eleição com 78 votos a 40 de Anthony, uma das disputas mais próximas nos últimos 20 anos.

Quando James, após a eliminação dos Cavs, foi a um jogo de playoffs em Denver para torcer por Anthony, a estrela dos Nuggets ficou surpresa com a demonstração de amizade.

James superou Anthony para o All-Star Game, a equipe All-NBA e a segunda rodada dos playoffs. Mas Anthony venceu oito de seus primeiros 10 encontros, garantindo que a vantagem na rivalidade mesmo que houvesse encontros antes e abraços após os jogos.

Em 2006, quando chegou a hora de negociar suas primeiras renovações de contrato, James convidou Anthony para uma reunião com Dwyane Wade e Chris Bosh e propôs a ideia de assinar contratos máximos de três anos inéditos, em vez dos contratos padrão e mais vantajosos de cinco anos. Bosh, Wade e James pegaram os três anos. Anthony assinou por cinco.

Quando esses três então rejeitaram ofertas do New York Knicks em negociações livres (free agency) em 2010, Anthony logo seguiu seu caminho para se tornar o rosto da franquia dos Knicks.

Negociações livres ao mesmo tempo novamente em 2014, quando James voltou para casa em Cleveland, Anthony decidiu ficar com os Knicks. James, que havia diminuído seu salário com o Heat para ajudar a construir uma equipe, decidiu que assinaria apenas contratos máximos de um ano. Anthony, ao invés disso, assinou outro contrato de cinco anos com os Knicks e fez um desconto para ajudar a equipe a fortalecer o elenco.

Apropriadamente, no primeiro jogo de volta de James com os Cavs em Cleveland, ele enfrentou Anthony e os Knicks. Mais uma vez, Anthony superou James, marcando 25 pontos para levar os Knicks à vitória.

Embora James fosse o rei indiscutível da Conferência Leste, já que estava no meio de sua série de oito participações consecutivas nas Finais, Anthony nunca parou de tentar vencer James. Se juntar a ele era a última coisa que passaria em sua cabeça.

"Eu estava seguindo meu próprio caminho. Ele estava seguindo o caminho dele", disse Anthony. "Situações diferentes, circunstâncias diferentes".

A amizade deles cresceu de qualquer maneira. Eles jogaram cinco anos juntos com a seleção dos EUA e ganharam dois ouros olímpicos. Seus jantares começaram a ter garrafas de vinho caras e raras. Em 2015, no ano seguinte a terem novamente a oportunidade de jogar juntos, eles fizeram uma famosa viagem de iate em Bahamas, onde posaram para o que viria a ser a lendária foto do banana boat. E foi nessa viagem que James salvou Anthony de se afogar quando ele foi arrastado pelo mar.

"Graças a Deus e pela força e não ter medo da água, pude ajudá-lo a voltar para o barco", disse James sobre aquele momento inesquecível em suas vidas. "A única coisa que me vinha na cabeça naquele momento era: 'Levar meu irmão de volta para o barco'".

"LeBron pulou do barco como se fosse MacGyver", disse Anthony ano passado em uma conversa com Wade.

play
0:16

NBA: Carmelo Anthony faz primeira cesta pelos Lakers com seu arremesso mais característico; VEJA

Lakers enfrentaram o Phoenix Suns na pré-temporada | CLIQUE AQUI e veja a NBA AO VIVO pela ESPN no Star+

Ainda assim, muito pouco indicava que James e Anthony seriam companheiros de equipe. Em 2016, James deu uma entrevista ao Bleacher Report, dizendo que esperava um dia jogar com Anthony (e Chris Paul), um comentário que certamente causou alguma repercussão, já que insinuou que James poderia estar organizando sua próxima super equipe com novos super amigos. Era uma notícia maravilhosa, mas ainda parecia estar mais na imaginação de James do que na de Anthony.

Alguns anos mais tarde, outra janela se abriu. No verão de 2019, depois que Anthony estava fora da NBA por meses após sua saída do Houston Rockets, houve uma discussão sobre se os Lakers estariam o contratando. Mas eles tinham acabado de negociar por Anthony Davis, e jogar pelos Lakers provavelmente significava que Anthony estaria como reserva.

Mesmo que tivesse cumprido o desejo de James de jogar com seu amigo, Anthony não estava pronto para essa função, disseram fontes. Anthony ainda se via como alguém que seria titular contra James, não como alguém que sairia do banco por ele. Obrigado - mas não obrigado.

"Não importava se eu estivesse em Denver, Nova York, não importava onde eu estivesse e onde quer que ele estivesse, essa relação sempre existiu", disse Anthony. "As conversas sempre aconteceram. Tivemos conversas antes. Honestamente, eu não acho que ele estava pronto e não acho que eu estava pronto nas ocasiões em que isso podia ter acontecido".

James, é claro, foi bem sucedido, chegando a 10 Finais e ganhando quatro delas e quatro prêmios de MVP. Anthony, por sua vez, participou de apenas uma final de conferência. Eles se enfrentaram apenas uma vez nos playoffs, em 2012, com James e o Heat vencendo facilmente a série por 4-1 contra os Knicks de Anthony. Anthony será um Hall of Famer de primeira linha, como James, mas Magic-Bird ... jamais chegou perto disso.

Mas as estrelas começaram a se alinhar de uma nova maneira no ano passado. Pela primeira vez em sua carreira, Anthony aceitou o papel de reserva após um ano como titular em Portland. Ele havia modificado seu jogo para se concentrar em catching-and-shooting, em vez de ser o grande pontuador que ele preferia ser durante uma década. E quando James ligou neste verão depois que o negócio de Russell Westbrook para o L.A. abriu uma vaga de para um arremessador no banco dos Lakers, finalmente havia um cenário que fazia sentido para Anthony.

"Agora estamos aqui", disse Anthony. "Timing é tudo".

E eles estão aproveitando totalmente o momento. Eles saíram juntos em Las Vegas para treinos informais. Eles ficaram juntos em camarotes nos jogos do Los Angeles Rams. E em breve haverá destaques para comemorar, muito provavelmente de James dando um passe para Anthony acertar um arremesso de 3 pontos, o que nesta fase de suas carreiras é o melhor que pode acontecer.

"Não é apenas basquete, é diferente. É uma sensação diferente, é uma atmosfera diferente que temos. É uma conexão diferente", disse Anthony. "A jornada em si ao lado de alguém como LeBron, você não pode escrever algo melhor do que isso".