<
>

COVID-19: 'O dia em que o esporte parou' nos Estados Unidos completa 1 ano nesta sexta

Há exatamente um ano, no dia 12 de março de 2020, o esporte parou nos Estados Unidos devido à COVID-19. O inédito fato completa um ano nesta sexta-feira, com mais de 2 milhões de mortos desde então no mundo inteiro em decorrência da pandemia.

Infelizmente, o dia ficou marcado na história dos esportes. Relembre a cronologia do que aconteceu na noite do dia 11 de março e durante aquele dia 12 nos esportes americanos, tendência que seria seguida pelo resto do mundo na sequência.

  • Na noite do dia 11, pouco antes do início de Utah Jazz x Oklahoma City Thunder na NBA, um teste positivo de COVID-19 foi reportado. Ambos os times saíram de quadra e voltaram para os vestiários. A organização pediu que os torcedores deixassem o ginásio e o duelo foi adiado por “circunstâncias não previstas”.

  • Logo depois, o jogo entre Sacramento Kings e New Orleans Pelicans foi adiado por contato próximo com Rudy Gobert, que havia sido o teste positivo do Utah Jazz. A NBA então anunciou que a temporada havia sido suspensa.

  • No começo da tarde do dia 12, a NCAA cancelou 14 torneios de conferência universitários. Alguns atletas receberam a notícia durante os jogos

  • A MLB e a NHL seguiram a fila e suspenderam as suas temporadas na sequência, completando a "parada" dos esportes mais importantes.

  • A NFL, outra grande liga do país, estava em sua offseason (intertemporada).

No Brasil, o dia 12 de março ainda teve competições, como por exemplo a partida entre Grêmio e Internacional pela Libertadores 2020, na Arena do Grêmio, com estádio lotado. Houve mais uma rodada de estadual no dia 15 de março (essa com estádios vazios) antes da suspensão das competições.