<
>

NBA: Irving é multado em R$ 263 mil por desobedecer protocolos contra a COVID-19, mas pode ter prejuízo total próximo dos R$ 5 mi; Harden também é punido

NOVA YORK - A NBA multou Kyrie Irving em US $ 50.000 (R$ 263 mil, nas cifras atuais) por violar os protocolos de combate à COVID-19 da liga, após uma investigação envolvendo vídeos do armador do Brooklyn Nets em uma festa de aniversário que começaram a circular nas redes sociais no início desta semana.

Se ele continuar testando negativo para COVID-19, Irving deve jogar no sábado (16) contra o Orlando Magic, fontes disseram a Adrian Wojnarowski, da ESPN. Na última quinta-feira (14), o gerente geral do Nets, Sean Marks, disse que Irving estava sendo testado diariamente enquanto estava fora da equipe. Ao todo, por enquanto, Irving ficou fora de cinco partidas por motivos pessoais.

O armador All-Star perderá seu salário pelos dois jogos que não participou durante sua quarentena de cinco dias, que termina no sábado. De acordo com Bobby Marks, da ESPN, Irving perderá US $ 816.898 (R$ 4,29 milhões).

Os vídeos mostravam um Irving sorridente, sem máscara, dançando ao lado de sua irmã, Asia, enquanto ela soprava velas. Os protocolos de saúde e segurança da NBA proíbem os jogadores de ir a bares, boates e festas com 15 ou mais pessoas.

De acordo com os protocolos da liga, os jogadores que não cumprirem essas regras estão sujeitos a advertências, multas e até suspensões. Os jogadores que quebrarem as regras repetidamente podem estar sujeitos a uma punição ainda mais severa.

Como membro do Houston Rockets no início desta temporada, o novo companheiro de equipe de Irving, James Harden, foi multado em US $ 50.000 por violação dos mesmos protocolos após um vídeo de Harden sem máscara em uma boate começou a circular nas redes sociais.

Irving e Harden são os únicos jogadores que foram investigados e multados por violações de protocolo de combate ao coronavírus nesta temporada.