<
>

LeBron James: seis estatísticas que comprovam a grandeza do craque nos playoffs

Com uma vitória na sexta-feira contra o Miami Heat, LeBron James garantiria seu quarto título da NBA.

Mas enquanto o potencial título do Los Angeles Lakers irá, sem dúvida, despertar os monstros nas discussões sobre James x Michael Jordan, vamos deixar MJ fora disso por um minuto. Vale a pena dedicar algum tempo para apreciar o que James conseguiu até agora, porque é notável.

Aqui estão seis estatísticas que demonstram como a carreira de playoff de James tem sido especial e única.

1. Partidas de playoff disputadas: 259

O jogo 5 será o 259° jogo de playoff de James, empatando com Derek Fisher como os jogadores que mais disputaram partidas de pós-temporada.

Isso é incrível por si só. Mas quando você considera o quão duro James joga e o quão importante ele foi em cada jogo da pós-temporada que ele jogou, o fato se torna ainda mais impressionante.

Entre os 10 que mais jogaram playoffs em suas carreiras, James é o número 1 em taxa de uso com 32,1%, de acordo com Basketball-Reference.com.


2. Partidas de playoffs não disputadas: 0

Desde sua estreia na pós-temporada em 22 de abril de 2006, James nunca perdeu um único jogo do playoff devido a lesão. Nenhum!

Pense sobre isso. Quase todos os anos, as Finais são afetadas por lesões graves. No ano passado, Kevin Durant e Klay Thompson. Este ano, Goran Dragic e Bam Adebayo. Em 10 viagens às Finais, a durabilidade de James é surreal.

Quero dizer, essa sequência de jogos de pós-temporada pode ser superada apenas por alguém que também bater sua contagem total.

Mais jogos de playoff consecutivos jogados

- LeBron James: 258 - John Stockton: 182 - Michael Jordan: 179 - Wilt Chamberlain: 160

Entre os jogadores ativos, James Harden ocupa o segundo lugar com 128, menos da metade do total de James. A durabilidade do King por si só é alucinante, mas uma maneira de obter uma nova apreciação por sua carreira na pós-temporada é simplesmente comparar seus números básicos de pós-temporada com seus contemporâneos.


3. Minutos disputados nos playoffs: 10.728

Durant ocupa o segundo lugar entre os jogadores ativos no total de minutos jogados nos playoffs, com 5.598. James e Andre Iguodala são os únicos outros jogadores ativos que acumularam mais de 5.000. E aqui está a parte digna de nota: James jogou 5.000 minutos a mais do que Durant (e contando).

Um cara que ainda tem a pretensão de ser o melhor jogador do mundo está fazendo isso depois de já ter dobrado quase todos os jogadores ativos no período de pós-temporada.

Ver essa foto no Instagram

This is absurd

Uma publicação compartilhada por Kirk Goldsberry (@kirkgoldsberry) em

Ah, e não se esqueça de que James também é o n°1 em minutos de playoffs, o que é raro. A diferença entre James (1°) e Magic Johndon (10°) é tão grande quanto a diferença entre Johnson e Kawhi Leonard (59°).


4. Pontos marcados nos playoffs: 7.423

James faz muito mais do que apenas jogar alguns minutos. É sua mistura de volume e produção que é verdadeiramente incrível. Ele é o único jogador na história da liga que marcou pelo menos 6.000 pontos em playoffs.

Apenas um outro jogador ativo tem a metade dos 7.423 pontos de James, e novamente é Durant com 4.043.

Com James ainda tendo uma média de mais de 25 pontos por jogo, aumentar seu total em outros 1.000 pontos está definitivamente sob cogitação. Esse tipo de recorde pode ser impossível de superar.


5. Assistências em playoffs: 1.854

Uma grande razão pela qual James esteve em nove das últimas 10 Finais disputadas é porque sua visão da quadra e passes tendem a tornar os jogadores ao seu redor muito mais eficazes.

E depois de ultrapassar Stockton no jogo 3 desta série contra o Heat, James agora ocupa o segundo lugar em assistências nos playoffs. Apenas Magic tem mais.

Entrando no jogo 5, James é o maior pontuador da história dos playoffs, o segundo em assistências e - como se isso não bastasse - o sexto em rebotes. Ele é o único jogador na história da liga que aparece entre os 10 primeiros em cada uma dessas categorias.


6. Porcentagem de vitórias em jogos para fechar a série: 79,2%

Estatísticas são uma coisa, mas vitórias são o prêmio final. Enquanto James está prestes a conquistar outro título, considere o seguinte: ninguém na história da liga foi mais confiável para fechar uma série do que James, que ganhou espantosos 79% de seus jogos desse tipo.

Melhor porcentagem de vitórias em jogos para fechar a série (via Elias Sports Bureau, mínimo de 25 jogos)

- LeBron James: 38-10 (79,2%) - Derek Fisher: 39-12 (76,5%) - Tim Duncan: 35-14 (71,4%) - Don Nelson: 20-8 (71,4%)

Fica mais maluco ainda: James chega ao jogo 5 dessas Finais tendo vencido 17 de seus últimos 18 jogos com a oportunidade de fechar a série. Isso não é uma boa notícia para Miami.

Aos 35 anos, James é mais do que o astro mais velho da melhor liga de basquete do mundo. Talvez você ache que ele é o melhor de todos os tempos, talvez não. Independentemente disso, suas estatísticas ridículas de playoffs deixam uma coisa muito clara: ninguém deixou uma marca maior no basquete de pós-temporada por tanto tempo quanto esse cara. E ele ainda não terminou. Basta perguntar ao seu antigo time.