<
>

NBA: Em meio às comemorações no jogo 1, LeBron James deu dura nos Lakers: 'Essa m*** não acabou!'

play
LeBron James afirma não ter fraquezas: 'Não há nada que eu não consiga fazer em quadra' (0:39)

O atleta de 35 anos é o grande astro do Los Angeles Lakers, que busca o título da NBA (0:39)

Segundo o portal Yahoo!, LeBron James não gostou nada das provocações e celebrações feitas pelos atletas do Los Angeles Lakers durante a tranquila vitória sobre o Miami Heat, pelo jogo 1 das finais da NBA.

Em reportagem publicada nesta sexta-feira, o site contou que, após dar grande assistência para Anthony Davis, Dwight Howard fez gesto imitando que estava usando óculos, para exaltar sua boa visão de jogo.

Logo em seguida, ele olhou para seus familiares e amigos, que estavam aparecendo no telão virtual dos fãs, e gritou: "Acabou!".

O Yahoo! afirma que LeBron mostrou com sua expressão que não gostou da atitudade, mas permaneceu calado.

Sua atitude mudou, depois que Anthony Davis coverteu e os Lakers abriram 87 a 55, com o Heat pedindo tempo logo na sequência.

Com o jogo parado, os jogadores reservas do time de Los Angeles iniciaram uma verdadeira festa no banco, praticamente já comemorando a vitória e voltando a fazer o gesto dos óculos de Dwight Howard.

Foi então que James encerrou a farra de maneira furiosa.

"Ei, ei! Parem! Fiquem nos seus lugares. Essa m*** ainda não acabou, caras!", disparou o astro.

A ordem foi prontamente atendida.

Após a partida, já na coletiva de imprensa, LeBron explicou o que motivou sua bronca.

"O melhor professor que temos na vida é a experiência", filosofou.

"Eu já passei por momentos na minha carreira em que você tem toda a empolgação do mundo e sente que tem o jogo sob controle, e aí, em uma jogada aqui e outra ali, a história do jogo e da série muda totalmente", explicou.

"Um momento em particular para mim foi no jogo 2 das finais de 2011, entre Miami e Dallas. O (Dwyane) Wade acertou uma bola de três na frente do banco do nosso rival. Acho que, com isso, ficamos uns 13 ou 17 pontos na frente. Depois disso, o Dallas conseguiu uma série absurda e ganhou da gente com uma bandeja do Dirk Nowitzki no final. Essa m*** me assombra até hoje", admitiu.

"É por isso que eu sempre falo que o melhor professor da vida é a experiência, e eu já passei por muitas. O que me tornou o que sou hoje é o fato de eu ter passado por todas essas experiências", finalizou.

O jogo 2 da grande decisão acontece nesta sexta-feira (2), a partir das 22h (de Brasília), com transmissão da ESPN e ESPN App.