<
>

NBA: Sucesso nos playoffs nunca foi tão dependente das bolas de 3

Você já ouviu a máxima: a NBA é uma liga de acertos e erros. Mas isso nunca foi mais verdadeiro do que nos playoffs desta temporada. À medida que a melhor liga de basquete do mundo se inclina cada vez mais para o arremesso de três pontos, o sucesso nesta estatística está cada vez mais decidindo quem ganha os jogos mais importantes em um grau drástico.

Considere o seguinte: pela primeira vez na história da NBA, os arremessadores de 3 pontos estão superando os pontuadores no garrafão. Chegando aos jogos de terça-feira, os maiores pontuadores dos playoffs fizeram 4.602 pontos nas bolas de três e 4.512 pontos no garrafão. Este fato é mais do que trivial. Ele revela que os jogos estão sendo vencidos e perdidos longe da cesta - e isso representa uma mudança de paradigma no basquete profissional.

Há anos, sabemos que os arremessadores de três pontos são personagens imprevisíveis que impactam as vitórias. Nas últimas duas temporadas, o ala do Toronto Raptors, Fred VanVleet, fez 46% de suas bolas de três em vitórias nos playoffs e apenas 26% delas nas derrotas. Sua sequência ajudou os Raptors a conquistar o título na última temporada e, à medida que as equipes continuam a dar mais arremessos para esses jogadores, sua importância dispara.

Pode ser incrível testemunhar, como quando Klay Thompson pegou fogo na final da Conferência Oeste de 2016 contra o Oklahoma City Thunder acertando 11 bolas de três e salvando a temporada do seu time. Ou quando Marcus Smart acabou com o jogo 2 contra os Raptors na semana passada, acertando cinco bolas de três consecutivas no quarto período e ajudando os Celtics a vencer a partida.

Mas esse estilo também pode ser difícil de assistir, como foi há 10 dias, quando Chris Paul e o Thunder fizeram apenas sete de 46 bolas de três tentadas no caminho para uma derrota brutal no jogo 5 contra James Harden e o Houston Rockets.

Os Rockets de Harden, inclusive, são praticamente os responsáveis por esse movimento. Em 2016-17, eles se tornaram o primeiro time da história a acertar mais de 40% de seus arremessos de três pontos. Apenas algumas temporadas depois, todos os times da pós-temporada da NBA estão, em média, arremessando 43,4% nas bolas de três pontos, segundo dados do Second Spectrum. Todos são os Rockets agora.

Esses 43,4% de aproveitamento não só colocam a liga no ritmo de quebrar o antigo de 38% da última temporada, mas também nos permite ver de longe o aumento de bolas de três pontos ano após ano.

Bolas de três pontos nos playoffs

- 2013-14: 44,6 bolas de três por jogo | 27,9% de aproveitamento no total de arremessos

- 2014-15: 51,1 | 30,2%

- 2015-16: 51,5 | 31,0%

- 2016-17: 58,2 | 34,8%

- 2017-18: 59,8 | 35,5%

- 2018-19: 65,9 | 37,9%

- 2019-20: 74,8 | 43,4%

A revolução dos três pontos não está diminuindo ou mesmo estagnando. Está aumentando e reformando a sabedoria convencional em uma velocidade vertiginosa. O basquete continua sendo o mesmo esporte?

View this post on Instagram

The Evolution Of NBA Playoff Scoring

A post shared by Kirk Goldsberry (@kirkgoldsberry) on

O jogo mudou, e se você não consegue acertar bolas de três pontos, você não consegue vencer partidas nos playoffs.

Pelo Second Spectrum, veja as estatísticas a seguir:

- Os oito semifinalistas de conferência de 2020 registraram cerca de 39 tentativas de três pontos a cada 100 posses em suas vitórias e derrotas.

- Eles também registraram métricas de qualidade de arremesso quase idênticas nessas vitórias e derrotas. A porcentagem efetiva esperada de arremessos de quadra para todas as suas bolas de três com base na localização do arremesso, movimento do arremessador e distância do defensor tem oscilado em torno de 52% em média. Isso chega a 53% se você levar em consideração a qualidade do arremessador.

- Em média, os vencedores das partidas de playoffs estão registrando 12 pontos percentuais a mais do que os perdedores em eFG - apesar das qualidades de arremesso diferirem apenas em cerca de 1 ponto percentual, independentemente do resultado.

Narrativas em torno de heróis de playoffs, pipoqueiros ou decepções assumem um novo significado quando grande parte do resultado depende de um sucesso altamente variante.

Com base nas métricas de qualidade de tiro do Second Spectrum, as bolas de três do Milwaukee Bucks em suas derrotas nos playoffs foram apenas 1 ponto percentual piores em comparação com suas vitórias, com base no eFG esperado. Mas os Bucks realmente arremessaram 6 pontos percentuais a menos do que o esperado em média em suas cinco derrotas. Chame isso de falta de confiança ou um acaso total. Chame do que quiser. Mas é o suficiente para ajudar a explicar por que o duas vezes MVP Giannis Antetokounmpo está voltando para casa agora.

Jogos de pós-temporada nunca foram mais sobre bolas de três - e menos sobre todo o resto - do que agora.

Quando LeBron James venceu seu primeiro título da NBA em 2012, os maiores pontuadores dos playoffs literalmente marcaram o dobro de pontos no garrafão do que na linha de três pontos. Oito anos depois, vivemos em um mundo onde os arremessadores de três pontos são mais prolíficos.

É uma mudança incrível em um curto espaço de tempo, impulsionada por ajustes táticos e a ideia analítica básica de que três é maior que dois. Além disso, tenha em mente que esses números de 2020 estão acontecendo sem o Golden State Warriors jogando bola pós-temporada. Stephen Curry e Klay Thompson não foram para a bolha.

Até os jogos de terça-feira, 39% dos 56 resultados dos playoffs deste ano incluíram um diferencial de bolas de três pontos de pelo menos 18 pontos - de longe o maior valor já registrado. É mais um sinal de como é importante ter a mão quente da linha de três pontos.

Quando os Rockets derrotaram o Thunder no jogo 5, eles superaram OKC por 57-21 nas bolas de três em uma vitória fácil. Não deveria ser surpresa para ninguém que times que destroem seus oponentes nas bolas de três ganham mais do que perdem. Das 22 equipes que superaram seus adversários por 18 ou mais pontos nesta pós-temporada, apenas quatro perderam a partida.

No entanto, ajuda a tornar as apostas ainda mais claras: faça suas bolas de três ou volte para casa.