<
>

NBA - Probabilidades, momento, cara a cara: O que LeBron James fez para ser o MVP?

A temporada da NBA foi suspensa em 11 de março. Seis dias antes, LeBron James estava ganhando impulso legítimo no que havia sido sua corrida desmembrada ao prêmio de MVP durante toda a temporada.

Naquela época, ele esperava ter mais 17 jogos da temporada regular para voar rumo ao troféu. Agora, são apenas oito partidas pela frente. Mesmo com as votações para os prêmios individuais já encerradas, segundo a própria NBA informou, existe algo que LeBron tenha feito para ultrapassar Giannis Antetokounmpo e conquistar o quinto troféu de MVP de sua carreira?

As respostas podem ter sido dadas anteriormente e veremos elas quando a ligar recomeçar, no dia 30 de julho, com todos os jogos realizados no ESPN Wide World of Sports, pertencente ao Walt Disney World, em Orlando, na Flórida. A ESPN e o ESPN App vão transmitir 20 jogos em 15 dias: veja aqui a programação completa.

As probabilidades

No começo de março, LeBron era um verdadeiro azarão na disputa, mas começou a ganhar força. No dia 6, confronto direto: 37 pontos, 8 assistências, 8 rebotes e 3 roubadas de bola na vitória por 113 a 103 do seu Los Angeles Lakers sobre o Milwaukee Bucks de Giannis Antetokounmpo.

Três dias depois, outra grande atuação: 28 pontos, 9 assistências, 8 rebotes e 2 tocos para LeBron nos 112 a 103 diante do temido LA Clippers. Na noite seguinte, foi anunciado que Giannis perderia pelo menos dois jogos por conta de lesão em um dos joelhos, sofrida justamente contra os Lakers.

O último jogo antes da pausa foi a derrota para o Brooklyn Nets, 104 a 102. LeBron foi o cestinha e flertou com um triplo-duplo: 29 pontos, 12 rebotes e 9 assistências. Ele estava de volta à disputa para ser o MVP.

Cara a cara

Giannis leva vantagem em pontos, roubadas e eficiência, enquanto LeBron lidera em assistências.

Em quadra

Quando Giannis está fora, os Bucks ainda têm vantagem no placar, +4,1.

Quando LeBron não está em quadra, os Lakers têm um déficit no placar. Nesta temporada, ele é um dos quatro jogadores cuja equipe tem um saldo de +10 quando ele está jogando e um saldo negativo quando King James está fora, ao lado de Paul Millsap, Jayson Tatum e Zion Williamson (mínimo de 500 minutos jogados).

Talentos raros

Atualmente, LeBron está no ritmo de se tornar o primeiro atleta com médias de 25 pontos, 10 assistências e 50% de aproveitamento nos arremessos por jogo - observação aqui: ele está atualmente com 49,8%, que chega a 50%. Ele também seria o primeiro com 25 pontos e 10 assistências por partida nos seus 30 anos.

Ele seria o segundo na história da NBA com 25 pontos marcados e mais 25 pontos assistidos de média em uma mesma temporada, igualando James Harden em 2016-2017.

Os Lakers contabilizam 20 vitórias e nenhuma derrota quando LeBron faz 30 pontos, maior sequência deste tipo na reta inicial de uma temporada na história da liga. Ele está empatado pela maior série de vitórias em uma temporada da história da NBA (Jerry West, 1963-1964).

Mudança de rumo

Bucks e Lakers têm as duas melhores campanhas da NBA em 2019-2020. No entanto, o time de Milwaukee ganhou 60 jogos na última temporada. Já a equipe de Los Angeles somou 37 vitórias em 2018-2019 e está a dias de encerrar uma seca de seis anos sem avançar aos playoffs.

Esta é, sem dúvida, a maior reviravolta na história da liga.

Os Lakers seriam a primeira equipe a conquistar sua conferência após um período de no mínimo cinco anos longe da pós-temporada. Os atuais 75,3% de vitórias seriam facilmente a melhor campanha de todos os tempos após uma ausência assim.

Momento

Como já sabemos, LeBron estava ganhando força. O volume de pontos e de eficiência aumentaram nos últimos 10 jogos, enquanto o de Giannis diminuiu. O craque dos Lakers marcou mais de 30 pontos por jogo e 55% de arremessos nos últimos 10 jogos disputados, ambos números mais altos dos que os da fera dos Bucks.

Durante este período, os Lakers venceram quatro times com pelo menos 20 jogos acima de 50% de aproveitamento (Celtics, Nuggets, Bucks, Clippers).

Foi a terceira vez nesta temporada que um time enfrentou Bucks e Clippers em jogos consecutivos. Os Warriors perderam os dois jogos em janeiro por um total de 18 pontos. O Thunder foi derrotado nas duas partidas em fevereiro por 62 pontos somados. Os Lakers venceram os dois por 19 pontos de vantagem.

O que está em jogo?

LeBron pode se juntar a Kareem Abdul-Jabbar (6), Michael Jordan (5) e Bill Russell (5) como o único jogador a ganhar cinco prêmios de MVP. Caso seja eleito, ele se unirá a Wayne Gretzky (9), Barry Bonds (7), Gordie Howe (6) e Peyton Manning (5) como jogadores a alcançar 5 prêmios MVP na história de NBA, NFL, MLB e NHL.

King James se tornaria o primeiro atleta na história das quatro principais ligas dos EUA a ganhar um MVP com três equipes diferentes. E também se tornaria o primeiro jogador da NBA e o quarto da história das ligas com pelo menos 10 temporadas entre seu primeiro e último MVP, juntando-se a Bonds, Howe e Manning.

O que LeBron poderia ter feito?

LeBron não terá a reta finalm em Orlando para dar sua tacada final para se tornar MVP. Alguns exemplos do que ele já fez na reta decisiva:

  • Entre março e abril de 2006, LeBron teve uma média de 38,8 pontos por jogo em um período de oito partidas, marca mais alta de sua carreira. Ele acabou marcando pelo menos 35 pontos em nove duelos consecutivos.

  • É claro que LeBron assumiu mais um papel de distribuidor nesta temporada. Entre dezembro e janeiro, ele teve em média mais de 12 assistências por jogo em oito confrontos, melhores números de sua carreira. Nesta série estão os duelos contra Bucks e Clippers.

  • E em termos gerais, sua melhor sequência de oito jogos foi em novembro de 2007, quando obteve médias de 36 pontos, 8 rebotes e 9 assistências. O total combinado de pontos, rebotes e assistências foi de 53,8 por jogo, o maior de todos os tempos em um período de oito partidas.