<
>

Após críticas a Drew Brees, LeBron responde a jornalista sobre racismo: 'Não vou parar até ver mudança'

LeBron James voltou a se posicionar de maneira enfática em suas redes sociais nesta quinta-feira. Horas depois de criticar o quarterback do New Orleans Saints, Drew Brees, a estrela do Los Angeles Lakers mandou um recado à jornalista Laura Ingraham, da Fox News, emissora dos Estados Unidos.

A irritação aconteceu porque Laura disse que Brees, contrário a companheiros da NFL que ajoelham na hora do hino nacional em forma de protesto, "tem direito a uma opinião".

Em suas redes sociais, o craque da NBA lembrou de um comentário da mesma jornalista sobre ele. Em 2018, Laura ironizou críticas de LeBron ao presidente Donald Trump e recomendou: "Mantenha os comentários políticos para si, cale a boca e drible".

"Se você ainda não descobriu porque os protestos estão acontecendo. Estamos agindo assim porque simplesmente cansamos desta p*** de tratamento aqui! Podemos desenhar de um jeito mais simples para você? E ao meu povo: não se preocupem, eu não vou parar até ver mudança!!!", escreveu o camisa 23.

LeBron é um dos astros do esporte mais ativos nas manifestações antirracistas que tomaram conta dos Estados Unidos desde a última semana. Os protestos ganharam força após a morte do ex-segurança negro George Floyd, que foi asfixiado por um policial branco em Minneapolis, estado de Minnesota.

Além de "King James", outros ídolos, como Lewis Hamilton, Naomi Osaka e Michael Jordan, também protestaram contra o racismo e foram às ruas para pedir mudanças.