<
>

Coronavírus faz ligas dos Estados Unidos viverem sua maior seca sem esportes em toda a história

play
NBA projeta graves problemas financeiros com coronavírus e não tem data para retorno; jornalista da ESPN atualiza (1:14)

Adrian Wojnarowski conta os detalhes da conversa entre Adam Silver e os jogadores (1:14)

No dia 11 de março, Ottawa Senators e Los Angeles Kings fechavam a rodada do dia na NHL. Ninguém imaginava que esse seria o último jogo de uma liga profissional dos esportes dos Estados Unidos desde então.

Desde 12 de março, há 61 dias, nenhuma das quatro ligas mais importantes dos Estados Unidos (NBA, NFL, NHL ou MLB) tem jogos.

Esse já é o maior período de "seca" em toda a história das quatro ligas norte-americanas, contabilizando de 1930 em diante.

Tudo começou no dia anterior àquele 12 de março, com o teste positivo do pivô do Utah Jazz Rudy Gobert para a Covid-19. Dali em diante, NBA, NHL e MLB foram paralisadas, enquanto a NFL ainda não havia começado.

A última vez em que uma liga dos EUA ficou tanto tempo sem partidas foi na greve da MLB de 1981, 59 dias entre 12 de junho e 9 de agosto.

Atrás disso, o maior período sem jogos nas ligas dos EUA foi 23 dias em 1994, quando a MLB entrou em greve em 12 de agosto e no dia 3 de setembro começou a temporada da NFL.

O caminho da volta

Há luz no fim do túnel no meio da pandemia. Algumas ligas já pensam em voltar enquanto outras modalidades tirando as quatro principais já têm até data.

NBA: Os times começaram a abrir suas instalações no dia 8 de maio. Além disso, equipes em locais onde os testes para o coronavírus são suficientes para os profissionais de saúde podem testar jogadores e membros do staff assintomáticos. O Orlando Magic, Los Angeles Clippers e Lakers foram permitidos a fazer isso. Na última atualização do comissário Adam Silver, a liga trabalhava com a possibilidade de duas sedes únicas até para tentar o retorno.

MLB: No dia 6 de maio, a liga trabalhava com a possibilidade de voltar as atividades em junho e começar a temporada regular em julho, com cerca de apenas 80 jogos (metade do habitual) e as equipes jogariam de forma regionalizada e sem torcida para diminuir a chance de contágio.

NHL: A liga de hóquei não está demonstrando pressa para voltar. O comissário Gary Bettman até admitiu que atrasar o início da temporada 2020-21 para dezembro está em cogitação.

NFL: Neste momento, a liga de futebol americano já divulgou seu calendário para 2020 com todas as datas de costume, com a temporada regular marcada para o tradicional início de setembro.