<
>

NBA: LeBron James conseguiu diminuir a vantagem de Giannis Antetokounmpo na briga pelo MVP?

play
'Papai LeBrão' em ação e sedução até no jogo virtual: Rômulo Mendonça narra Raptors x Lakers no videogame (1:48)

Narrador participou do jogo que teve vítória da equipe de Los Angeles (1:48)

Antes da NBA suspender sua temporada devido ao coronavírus, LeBron James teve o seu melhor fim de semana de 2019-20.

Ele fez 37 pontos, pegou oito rebotes e deu oito assistências em uma vitória sobre o Milwaukee Bucks do atual MVP, Giannis Antetokounmpo, e seguiu com um jogo de 28 pontos, oito rebotes e nove assistências em uma vitória sobre o LA Clippers de Kawhi Leonard. Foi o suficiente para levantar a questão: James, quatro vezes MVP da liga, poderia vencer Antetokounmpo na corrida para o prêmio de jogador mais valioso desta temporada?

A resposta, no entanto, parece ser não.

Em uma pesquisa com 70 membros da mídia que cobrem a liga, Antetokounmpo foi o líder claro nas votações de MVP, ganhando 60 dos 70 possíveis votos em primeiro lugar para abrir uma liderança sobre James, que também ficou acima do resto.

Para tornar a votação realista, a ESPN procurou imitar ao máximo o processo de votação oficial da liga. Nosso painel de votação de MVP inclui uma mistura de editores locais de toda a liga, além de repórteres nacionais e internacionais, assim como a NBA faz. E, de acordo com o sistema de votação da NBA, todo voto para primeiro lugar vale 10 pontos, seguidos por sete pontos a cada voto pelo segundo lugar, cinco pelo terceiro, três pelo quarto e um pelo quinto.

Usando essas métricas, Antetokounmpo liderou o caminho com 670 pontos em 700 possíveis, pois foi classificado em segundo lugar atrás de James em apenas 10 votações. Enquanto isso, James ficou em segundo com 514 pontos e ficou em primeiro ou segundo em 68 dos 70 votos apresentados, terminando em terceiro em um e quarto em outro.

Eles também foram os únicos jogadores nomeados em todas as votações.

Os começos quentes de Antetokounmpo e James, assim como o prodígio do Dallas Mavericks, Luka Doncic, e James Harden, dos Rockets, viram os quatro receberem o primeiro lugar na primeira edição dessa pesquisa em dezembro. Desde então, porém, apenas Antetokounmpo e James conseguiram manter o mesmo ritmo.

Parte disso se deve aos respectivos times, já que Bucks e Lakers lideram suas conferências com folga. No entanto, suas conquistas individuais os diferenciaram também.

Antetokounmpo tem uma média de 29,6 pontos, 13,7 rebotes e 5,8 assistências, enquanto seu índice de eficiência de 31,71 está entre os melhores da história do esporte. Ele tem um plus-minus real de 7,96, mais que um ponto completo acima de James, que ocupa o segundo lugar.

Enquanto isso, James tem uma média de 25,6 pontos, 7,9 rebotes e 10,6 assistências - liderando a liga nessa categoria pela primeira vez em sua carreira. Ele também ajudou os Lakers uma vaga na pós-temporada desde 2012-13, e os 77% de aproveitamento da equipe seria a melhor marca da franquia desde 2008-09, ano em que Kobe Bryant venceu o quarto de seus cinco títulos de NBA.

Depois de terminar o primeiro ou o segundo lugar na votação do MVP em quatro dos últimos cinco anos, Harden ficou em terceiro com 220 pontos, tendo recebido 56 dos 70 votos. A média de 34,3 pontos de Harden representa apenas a terceira vez neste século (incluindo os seus próprios 36,1 pontos por jogo na última temporada e os 35,4 de Kobe Bryant em 2005-06) que um jogador obteve média de pelo menos 34 pontos em uma temporada.

Embora Doncic tenha recebido mais votos (59) que Harden, ele ficou em quarto lugar com 171 pontos. Harden recebeu os únicos dois votos em segundo lugar que foram atribuídos a qualquer pessoa além de Antetokounmpo ou James e recebeu, também, 30 votos em terceiro lugar contra 19 de Doncic.

Leonard ficou em quinto com 118 pontos, tendo recebido 40 votos, com uma enorme diferença entre ele e o rival Anthony Davis (61 pontos, 25 votos) em sexto. Seis outros jogadores - Chris Paul (28 pontos, 10 votos), Nikola Jokic (18 pontos, oito votos), Pascal Siakam (12 pontos, seis votos) Damian Lillard (quatro pontos, quatro votos), Jayson Tatum (três pontos, um voto) e Bradley Beal (um ponto, um voto) - completaram a votação.