<
>

Como Neymar virou ídolo e inspiração para astro da NBA

Neymar é destaque no “New York Times” neste domingo. O brasileiro, porém, não virou notícia em um dos principais jornais do mundo por algo grandioso que fez em campo ou alguma polêmica. O personagem principal da matéria é Jimmy Butler, astro da NBA que virou fã do atacante do Paris Saint-Germain.

A história de amizade da dupla teve início nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Um dia antes de conquistar o ouro com os Estados Unidos no basquete, o hoje jogador do Miami Heat foi ao Maracanã assistir à final do futebol. Se encantou com a atuação de Neymar no primeiro jogo que viu.

View this post on Instagram

can you spot the real @neymarjr , type a or b.

A post shared by Jimmy Butler (@jimmybutler) on

“Vi o melhor jogador de futebol de todos os tempos ganhar o ouro também. Você sabe sobre quem estou falando, certo?”, relembrou o ala-armador. “Ele ganhou o ouro em seu próprio país, o que é ainda melhor. Foi a primeira vez que realmente prestei atenção a isso, e ele estava detonando. E o público estava simplesmente enlouquecendo. Eu fui aquela vez, e foi isso”, complementou.

Quando retornou aos EUA, virou comum ver Butler com camisas de Neymar, fossem do PSG ou da seleção brasileira. Tudo regularmente registrado em publicações no Instagram. O jornal cita até amigos que disseram que o jogador agradece os presentes do brasileiro nas orações antes das refeições.

Por e-mail à reportagem, Neymar disse que o apoio recebido de Butler é “muito especial”. “Jimmy tem um grande coração. Nossa amizade é baseada em sinceridade e honestidade. Ele é tímido e, ao mesmo tempo, seu lado divertido é o que faz dele diferente”, descreveu o atacante.

No verão de 2018, Butler e Neymar intensificaram a amizade, mantendo contato direto pelas redes sociais. Em agosto, antes de sua primeira temporada com o Minnesota Timberwolves, o astro da NBA viajou à França para ver o PSG. Já neste ano, quando se preparava para definir o futuro na NBA, o ala-armador esteve no Rio de Janeiro, apenas para passar um tempo com o amigo.

“Agora estamos juntos a cada verão o máximo que podemos”, disse Butler, que encontrou com Neymar durante a passagem da seleção brasileira em Miami para amistoso com a Colômbia.

View this post on Instagram

treso for the queso.. @neymarjr

A post shared by Jimmy Butler (@jimmybutler) on

Foi a amizade com Neymar, por exemplo, que fez com que Butler passasse a jogar padel, esporte que é uma mistura de tênis com squash – bastante praticado na Espanha, onde o brasileiro já atuou.

O jogador do Heat também incluiu o jogo de videogame Fifa entre suas preferências. No time de Miami, aliás, encontrou outro fã de futebol, o armador Goran Dragic, esloveno. O problema é que o companheiro tem uma discordância importante sobre a afirmação de Butler de que Neymar é “o melhor de todos os tempos”. Para ele, no quesito, não há dúvidas: Lionel Messi.