<
>

Durant quebra silêncio, afirma que Warriors não têm culpa por lesão e provoca torcida dos Raptors

Ainda se recuperando da lesão que pode ter mudado os rumos das finais da NBA na última temporada, Kevin Durant falou pela primeira vez desde que trocou o Golden State Warriors pelo Brooklyn Nets. Em entrevista ao Yahoo Sports, o jogador negou que a equipe da Califórnia tenha lidado de forma errada com a lesão que tinha na panturrilha.

“Nem ferrando. Como você pode culpa-los? Nem ferrando”, disse Durant ao repórter Chris Haynes.

“Eu ouvi que os Warriors me pressionaram para voltar. Ninguém jamais disse uma palavra durante minha recuperação quando eu estava voltando. Era apenas eu e (o diretor do departamento médico) Rick (Celebrini) trabalhando todos os dias”, continuou, revelando que tudo aconteceu dentro do planejado.

“Desde que a série começou eu mirei o jogo 5. Nem ferrando. Isso apenas aconteceu. É basquete. M*** acontece. Ninguém foi responsável por isso. Era apenas um jogo. Nós apenas precisamos deixar essa m*** para trás, pois eu voltarei a jogar”, completou.

Durant foi para a quadra na tentativa de ajudar os Warriors, que perdiam a série por 3 a 1 naquele momento. Mesmo ficando pouco tempo em quadra antes de romper o tendão de Aquiles, a atuação foi importante para Golden State conseguir a vitória naquele jogo.

Ao sofrer a lesão, Durant saiu de quadra com certa comemoração do torcedor do Toronto Raptors, o que causou uma revolta em muita gente. O jogador, porém, garante que não se lembra de ouvir os gritos, e aproveitou para provocar.

“Provavelmente será a última vez que eles estarão nas Finais”, disse.