<
>

NBA: Opção de Kawhi Leonard pode transformar 2021 na maior agência livre de todos os tempos

Ao contrário do esperado, Kawhi Leonard decidiu assinar com o LA Clippers um contrato de dois anos com opção do jogador de renovação para uma terceira temporada, o que significa que em 2021 ele pode optar por ser agente livre e voltar ao mercado da NBA.

A opção se deu para que seu contrato fique igual ao de seu companheiro Paul George e pode ter transformado 2021 na agência livre com o maior número de superestrelas e estrelas disponíveis ao mesmo tempo.

Caso não aceitem suas opções automáticas, Kawhi e George são apenas dois dos nomes que poderão estar disponíveis no mercado daqui dois anos. Além da dupla, nomes como LeBron James, Giannis Antetokounmpo, Anthony Davis e Chris Paul podem fazer parte desta lista.

Assim como Kawhi e George, LeBron também tem uma opção de renovação automática com o Los Angeles Lakers e pode decliná-la para, aos 36 anos, voltar ao mercado. É exatamente o mesmo caso de Chris Paul com o Houston Rockets.

Outros dois nomes que tem opção de renovação automática são Blake Griffin, do Detroit Pistons, e Jrue Holiday, do New Orleans Pelicans.

Giannis Antetokounmpo não tem uma opção de renovação, o que significa que ele estará disponível no mercado de qualquer maneira, seja para renovar com o Milwaukee Bucks ou mudar de ares aos 26 anos. É o mesmo caso de Anthony Davis e os Lakers.

Rudy Gobert, atual bicampeão do prêmio de melhor defensor da liga, é outro nome que estará disponível em 2021 quando seu contrato com o Utah Jazz se encerrar, junto com seu companheiro Donovan Mitchell. C.J McCollum, conhecido por formar com Damian Lillard uma das principais duplas da NBA no Portland Trail Blazers, também tem seu contrato encerrado em 2021.

A lista ainda segue com Mike Conley, atualmente no Jazz, Victor Oladipo, do Indiana Pacers, Bradley Beal, do Washington Wizards, Andre Drummond, dos Pistons, Steven Adams, do Oklahoma City Thunder, LaMarcus Aldridge e DeMar DeRozan, ambos do San Antonio Spurs, e Gordon Hayward, do Boston Celtics.

Otto Porter Jr e Lauri Markkanen, do Chicago Bulls, JJ Redick, dos Pelicans, Julius Randle, do New York Knicks, Joe Ingles e Dante Exum, do Jazz, são nomes menos badalados, mas ainda interessantes. Ainda faltam dois anos, mas a agência livre de 2021 promete.