<
>

NBA: Embiid doutrina, Sixers passam por cima dos Nets e avançam para encarar os Raptors na semifinal da Conferência Leste

O processo está em construção, e o Philadelphia 76ers está na semifinal da Conferência Leste da NBA.

Nesta terça-feira, a equipe de Philadelphia não tomou conhecimento do Brooklyn Nets, venceu pelo placar de 122 a 100, fez 4 a 1 na série e garantiu sua ida à próxima fase. O adversário será o Toronto Raptors, que hoje despachou o Orlando Magic e também se garantiu na semifinal.

CADÊ OS NETS?

E parecia que o Brooklyn Nets não tinha vindo para quadra. A equipe começou péssima, e foi marcar seus dois primeiros pontos somente quando faltavam seis minutos e oito segundos para o final do primeiro quarto. Foi a pior marca em jogos de playoffs nas últimas vinte pós-temporadas.

A equipe terminou o primeiro quarto de jogo com apenas 15 pontos marcados. A pior marca pertence ao Celtics, que contra os Hawks em 19 de abril de 2016 fez apenas sete pontos.

QUE VANTAGEM!

Enquanto os Nets não pontuavam, os Sixers abriam vantagem, e chegaram a ficar em 14-0 no marcador. A terceira maior vantagem em playoffs nas últimas vinte pós-temporadas. A segunda melhor marca, de 15-0, também pertence ao time de Philadelphia, que alcançou o feito em 15 de maio de 2000 contra os Pacers. A maior diferença pertence aos Wizards, que abriram 16-0 contra os Celtics em 30 de abril de 2017.

Na ida para os vestiários, o placar mostrava 60 a 31 para os Sixers. A maior vantagem na história da franquia em playoffs. Do outro lado, foi a maior desvantagem após o primeiro tempo na história dos Nets.

600!

E os Sixers chegaram a 600 pontos nesta pós-temporada com uma cesta de Greg Monroe. É a primeira equipe que anota aos menos 600 pontos nas suas cinco primeiras partidas de pós-temporada desde os Lakers (600) e os Suns (618) em 1989.

Nesse ano, Jimmy Butler nem havia nascido.

EMBIIDÃO DA MASSA!

E mais uma vez o destaque os Sixers foi Joel Embiid. O camaronês, que já havia sido o destaque no jogo passado com 31 pontos e 16 rebotes, manteve seu alto nível. Foram 23 pontos e 13 rebotes nos 20 minutos em que ele esteve em quadra.

Bem Simmons, com treze pontos e seis assistências também teve boa atuação. Outro que teve destaque foi Tobias Harris, com doze pontos e oito rebotes.

D’Angelo Russell, grande esperança do Nets, ficou totalmente apagado no jogo. Apenas oito pontos e três assistências para ele. Caris Levert foi quem mais se destacou com 18 pontos.

COMO FOI A SÉRIE

Jogo 1 - Sixers 102 x 111 Nets

Jogo 2 - Sixers 145 x 123 Nets

Jogo 3 - Nets 115 x 131 Sixers

Jogo 4 - Nets 108 x 112 Sixers

Jogo 5 - Nets 100 x 122 Sixers