<
>

O que pode ameaçar a terceira conquista do Golden State Warriors?

Pelo quarto ano seguido o Golden State Warriors entra como o favorito na busca pelo título da NBA, mas dessa vez, o trono da equipe está mais ameaçado.

O quinteto titular de cinco All-Stars, mostrou que é dependente de Steph Curry ao longo de 2018/19. A equipe passou por momentos difíceis quando o armador ficou de fora da temporada, entre eles a briga entre Kevin Durant e Draymond Green.

Nos 13 jogos sem o armador, a equipe perdeu oito partidas e manteve um aproveitamento de 0.353 - muito abaixo do que costuma a ter com Curry, 0.754.

Os números ofensivos decrescem muito sem o jogador. O ataque produz 10,2 pontos a menos e, a eficiência ofensiva de 119,1 cai para 105,6 sem ele.

Shaun Livingston e Andre Iguodala caíram de produção ao longo da temporada e o banco de reservas dos Warriors não tem a mesma força que tinha nos anos anteriores.

Os suplentes estão ranqueados na 28ª posição da liga em pontos, com cerca de 30,1 por partida. A produção é muito abaixo de 17/18, quando a equipe ocupava a 23ª posição.

O favoritismo dos Warriors ainda é evidente. A franquia terá o mando de quadra no Oeste e conquistou 58 vitórias durante a temporada regular - uma a mais que em 17/18.

Mas, a liga está mais equilibrada em 2019 e conquistar o título da NBA é um desafio maior.

James Harden

O ala-armador pode acabar com o trono dos Warriors. Nos Playoffs passado o Houston Rockets foi eliminado pelo Golden State na final da Conferência e, após a lesão do armador Chris Paul, o time não manteve o nível desejado e perdeu o sétimo jogo. Mas esse ano, Harden parece preparado para enfrentar qualquer situação.

Paul atuou em apenas 58 jogos na temporada e, mesmo assim, Harden comandou os Rockets a 53 vitórias e a quarta colocação da Conferência Oeste.

O resultado veio após uma grande atuação individual, já que liderou a NBA em pontos com 36,5 por partida e foi o segundo jogador mais eficiente da liga, com uma marca de 30,65.

O mais interessante é que os Rockets venceram a série contra Warriors por 3 a 1. Apesar de não ter atuado em uma das vitórias, Harden foi a principal arma de Houston nas partidas. Ao todo, foram 33,3 pontos, 9,3 assistências e 5,3 rebotes durante os jogos.

Denver Nuggets

Guiado por uma temporada incrível de Nikola Jokic (que tem médias de 20,1 pontos, 10,8 rebotes e 7,3 assistências), o Denver Nuggets é o maior desafio dos Warriors na Conferência Oeste. Uma possível série nos Playoffs contra a equipe pode colocar em risco o sonho da terceira conquista seguida de Golden State.

Ao longo do ano, a equipe sofreu com diversas lesões e mesmo assim se manteve no topo da NBA, com a quarta melhor campanha da liga. Foram 54 vitórias no ano, três a menos que o Golden State Warriors.

Jogadores importantes, como Will Barton, Paul Millsap e Gary Harris ficaram de fora de muitas partidas. Isaiah Thomas estreou recentemente e atuou em doze jogos na temporada. Mas, o elenco entra completo para o início dos Playoffs. O time retoma o quinteto titular e o banco ganhou força com a chegada de Thomas.

Força da Conferência Leste

O Oeste é conhecido por ser mais competitivo, mas as equipes mais fortes se encontram no Leste. Os Warriors ainda são os favoritos para chegar às Finais da NBA, mas diferente do ano passado, o duelo contra o vencedor do Leste não será tão fácil.

Com grande atuação de Giannis Antetokounmpo, o Milwaukee Bucks liderou a NBA com 60 vitórias. O jogo coletivo e a forte defesa foram a principal marca da equipe durante a temporada.

Os Raptors ficaram com a segunda melhor campanha da temporada, com 58 vitórias. A adição de Kawhi Leonard é o bastante para colocar o time entre os favoritos dos Playoffs e ameaçar o trono dos Warriors.

Philadelphia 76ers e Boston Celtics também surgem como fortes candidatos vindos do Leste, mesmo ocupando a 3ª e 4ª colocação da Conferência, respectivamente. As duas franquias possuem elencos recheados de grandes estrelas, o que pode elevar o nível dos dois times durante a pós-temporada.

O Leste está competitivo, sendo que as quatro equipes listadas são candidatas para chegar a final da NBA.

Certamente, a final será mais difícil do que a de 2018 - quando os Warriors bateram Cleveland em quatro jogos.