<
>

NBA: LeBron faz 44 pontos, domina os Blazers e supera Wilt Chamberlain para se tornar 5º maior cestinha da história

Uma cesta, uma falta sofrida e um lance livre no quarto período de um jogo complicado.

Com um lance de três pontos, LeBron James superou Wilt Chamberlain e se tornou o 5º maior cestinha da história da NBA.

Foram 44 pontos - a melhor marca da temporada do camisa 23 do Los Angeles Lakers -, 10 rebotes e nove assistências na vitória por 126 a 117 sobre o Portland Trail Blazers.

LeBron fez 28 dos 44 pontos no segundo tempo e deixou os 31.419 pontos de Chamberlain para trás com um lance livre quando faltavam 3:55 para o fim do jogo.

Agora com 31.425 pontos na carreira, ele ainda se aproximou do 75º triplo-duplo de sua carreira em uma das melhores atuações de sua curta carreira com os Lakers.

Em 14 jogos em 2018-19, LeBron saiu de 7º para 5º na lista histórica - ele já havia deixado Dirk Nowitzki para trás. Curiosamente, agora, quatro dos cinco maiores cestinhas de todos os tempos defenderam os Lakers em algum momento de suas carreiras: Kareem Abdul-Jabbar, Karl Malone, Kobe Bryant e o próprio LeBron.

Michael Jordan, quarto colocado, é o único que nunca defendeu a franquia da Califórnia.

Na noite de quarta-feira, ele acertou os cinco primeiros arremessos de três pontos que tentou e terminou convertendo 13 dos 19 chutes que fez enquanto a torcida no Staples Center gritava 'M-V-P!'.

Os Lakers ainda contaram com boas atuações de JaVale McGee (20 pontos) e Brandon Ingram (17 pts) nesta que foi a sexta vitória nos últimos sete jogos. A notícia ruim da noite foi a lesão de Rajon Rondo, que quebrou a mão direita ao tentar roubar uma bola no último quarto - ele deve ficar afastado por algumas semanas.

Pelo lado de Portland, Damian Lillard marcou 31 pontos, deu 11 assitências e pegou oito rebotes. CJ McCollum fez 23. Esta foi a primeira derrota dos Blazers para os Lakers fora de casa desde fevereiro de 2013 - uma sequência de nove jogos no Staples Center.

Los Angeles volta a jogar na noite de sábado, quando visita o Orlando Magic. Já Portland entra em quadra na sexta, quando vai a Minnesota para encarar os Timberwolves.