<
>

NBA: LeBron, Kobe, Iverson... Por que 26 de junho é a data mais importante da história da NBA

LeBron James, Kobe Bryant e Allen Iverson são alguns dos astros que entraram na NBA nesta data


Alguns dias marcam a história do esporte. E, na NBA, é impossível não reconhecer o que o 26 de junho significa.

Seis drafts aconteceram nesta data na era moderna da liga. Entre eles, dois dos maiores que o basquete já viu... e a porta para a entrada de lendas que mudaram o rumo da NBA - e, provavelmente, do time que você torce.

Para começar, vamos voltar 19 anos no tempo.

Em 26 de junho de 2003, o quarteto LeBron James, Carmelo Anthony, Chris Bosh (já no Hall da Fama) e Dwyane Wade foi selecionado entre as cinco primeiras escolhas do draft.

LeBron foi o primeiro, indo para o Cleveland Cavaliers. Depois da decisão histórica do Detroit Pistons de escolher Darko Milicic, Denver Nuggets (com Carmelo), Toronto Raptors (Bosh) e Miami Heat (Wade) não erraram.


Mas a história de 26 de junho não acaba aí. Longe disso.

Em 1996, cinco jogadores de Hall da Fama chegaram. Primeiro, Allen Iverson ouviu seu nome chamado pelo Philadelphia 76ers.

Na 5ª escolha, o Milwaukee Bucks levou Ray Allen depois de uma troca com o Minnesota Timberwolves. Kobe Bryant, trocado pelo Charlotte Hornets para o Los Angeles Lakers, foi o 13º. E Steve Nash, no Phoenix Suns, foi o 15º.

Fora das 60 escolhas, Ben Wallace, que fez história com o Detroit Pistons e fecha o quinteto do Hall da Fama, assinou com o Washington Wizards.

Isso sem falar de outras estrelas como: Marcus Camby, Stephon Marbury, Antoine Walker, Peja Stojakovic, Jermaine O'Neal, Zydrunas Ilgauskas... e por aí vai.


Os outros quatro drafts da data podem não ter tido um LeBron ou um Kobe. Mas também contribuíram - e ainda contribuem - para a história do basquete.

Em 1991, Larry Johnson e Dikembe Mutombo foram algumas das estrelas. Em 2002, foi a vez de Yao Ming.

Em 2008, Derrick Rose, Russell Westbrook e Kevin Love. E, em 2014, Nikola Jokic, Joel Embiid, Zach LaVine e o agora campeão Andrew Wiggins.

Nada mal para um dia nos 75 anos de NBA...