<
>

NBA Draft: 'Novo Durant', brasileiro e a ordem das escolhas; veja no que ficar de olho no recrutamento

Recrutamento da NBA acontece nesta quinta, às 20h30 (Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+


Chegou a hora de conhecer a nova geração do basquete mundial. Nesta quarta-feira, às 20h30 (Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+, acontece o Draft da NBA de 2022.

*Conteúdo patrocinado por Bradesco, Sensodyne, Sadia, Ford, Vivo, Lenovo e Samsung

Ao todo, 58 novos nomes serão recrutados para entrar na NBA de imediato. E o fã de esportes fica sabendo do que esperar do evento no guia abaixo.

O palco

O Draft de 2022 volta a ser realizado no mês de junho após adiamentos que forçaram a data comum a ser alterada por conta da pandemia nos anos de 2020 e 2021.

Em 2022, o evento acontecerá no Barclays Center, em Nova York, casa do Brooklyn Nets.

A ordem de escolha

1ª rodada

1. Orlando
2. Oklahoma City
3. Houston
4. Sacramento
5. Detroit
6. Indiana
7. Portland
8. New Orleans (do Los Angeles Lakers)
9. San Antonio
10. Washington
11. New York
12. Oklahoma City (do LA Clippers)
13. Charlotte
14. Cleveland
15. Charlotte (do New Orleans)
16. Atlanta
17. Houston (do Brooklyn)
18. Chicago
19. Minnesota
20. San Antonio (do Toronto)
21. Denver
22. Memphis (do Utah)
23. Philadelphia
24. Milwaukee
25. San Antonio (do Boston)
26. Dallas
27. Miami
28. Golden State
29. Memphis
30. Oklahoma City (do Phoenix)

2ª rodada

31. Indiana (de Houston via Cleveland)
32. Orlando
33. Toronto (de Detroit via San Antonio, Washington e Chicago)
34. Oklahoma City
35. Orlando (de Indiana via Milwaukee)
36. Portland
37. Sacramento
38. San Antonio (de Los Angeles Lakers via Chicago e Washington)
39. Cleveland (de San Antonio via Utah)
40. Minnesota (de Washington via Cleveland)
41. New Orleans
42. New York
43. LA Clippers
44. Atlanta
45. Charlotte
46. Detroit (de Brooklyn)
47. Memphis (de Cleveland via New Orleans e Atlanta)
48. Minnesota
49. Sacramento (de Chicago via Memphis e Detroit)
50. Minnesota (de Denver via Philadelphia)
51. Golden State (de Toronto via Philadelphia)
52. New Orleans (de Utah)
53. Boston
54. Washington (de Dallas)
55. Golden State
56. Cleveland (de Miami via Indiana)
57. Portland (de Memphis via Utah)
58. Indiana (de Phoenix)

Em quem ficar de olho

A classe de 2022 é encabeçada por três nomes, todos da mesma posição de ala-pivô: Chet Holmgren, Paolo Banchero e Jabari Smith.

Holmgren teve médias de 14 pontos, 10 rebotes e 3,7 tocos no seu único ano por Gonzaga na NCAA. Há quem o compare, pelos seus 2,13m e habilidade, com Kevin Durant.

O ítalo-americano Paolo Banchero é outro talento que impressiona por suas habilidades no ataque. Ele teve médias de 17,2 pontos, 7,8 rebotes e 3,2 assistências por Duke na última temporada e pode machucar qualquer time com seu jogo perto da cesta e longe também.

Smith, de Auburn, teve médias de 17 pontos, 7,4 rebotes, 1 roubo e 1 toco por Auburn e é visto também como um excelente reboteiro e defensor.

Qualquer coisa que não seja esses três tendo seus nomes anunciados pelos três primeiros times, será uma surpresa sem tamanho.

É Brasil

Gui Santos é o único brasileiros inscrito no Draft. O ala de 22 anos teve médias de 10 pontos e 5 rebotes no último NBB. É improvável que ele seja selecionado no recrutamento.

No entanto, o brasileiro fez atividades nos Estados Unidos e participado de treinos das equipes da NBA: Orlando Magic, Boston Celtics, Charlotte Hornets, Portland Trail Blazers, Golden State Warriors, Los Angeles Clippers, Phoenix Suns, Sacramento Kings, Cleveland Cavaliers e Houston Rockets.

Você já ouviu esses nomes antes...

Quer se sentir velho? Ron Harper Jr., cujo pai ganhou cinco títulos da NBA com o Chicago Bulls de Jordan e Los Angeles Lakers de Kobe e Shaq, está inscrito no Draft e tem chances de ser solucionado.

Scotty Pippen Jr., cujo nome dispensa introduções sobre quem é seu pai, também está entre os prospectos.

Jabari Walker é outro que está inscrito. Ele é filho de Samari Walker, que jogou 10 anos na NBA e ganhou um título com os Lakers em 2002.