<
>

Aos 16 anos, Balduccini é a nadadora mais jovem do Brasil nos Jogos desde o medalhista Ricardo Prado

O nadador Ricardo Prado participou da Olimpíada de Moscou em 1980, quando tinha apenas 15 anos. Nesta edição de Tóquio, Stephanie Balduccini, de 16 anos, tornou-se a nadadora mais jovem do Brasil nos Jogos Olímpicos desde Ricardo.

“Não tenho palavras para descrever isso. Já estava muito feliz com a classificação aos 16 anos e fiquei ainda mais ao saber dessa marca. Não falei com ele depois que me classifiquei, mas ele me deu os parabéns na seletiva. Meus pais sempre me disseram que o Ricardo me elogiava nas competições”, revelou Stephanie, após o treino no Tokyo Aquatics Centre.

No Japão, a nadadora paulista disputará o revezamento 4x100m livre ao lado de Etiene Medeiros, Ana Vieira e Larissa Oliveira. Dos 26 atletas brasileiros classificados na modalidade, Stephanie é um dos 16 estreantes.

“É uma experiência muito legal, poder conhecer outras pessoas. Quando entrei na Vila, fiquei surpresa com o tamanho. Estou muito contente em participar de um evento como esse e orgulhosa de representar o Brasil”, disse a caçula de 16 anos.

Em 2019, Stephanie chamou a atenção ao se tornar a primeira nadadora a ser campeã nas provas dos quatro estilos (livre, costas, borboleta e peito) na distância dos 100m. No Campeonato Brasileiro Juvenil, ela venceu sete das dez provas que disputou, com direito a três recordes nacionais. Sua única grande competição internacional havia sido o Campeonato Sul-Americano Juvenil.

“Foi um grande salto na carreira. Tomei um susto quando soube e pulei de alegria. Estava no meu clube e, depois do treino, fui para o vestiário, abri o celular e vi a confirmação da vaga. Liguei para os meus pais e para o meu namorado. Minha amiga que estava comigo me deu um presente. Está sendo tudo muito especial”, disse.

Hospedada na Vila Olímpica, a equipe de natação brasileira já vem treinando em dois períodos no Tokyo Aquatics Centre. As primeiras disputas têm início previsto para o próximo sábado.